EnglishJapanesePortugueseSpanish

A Referência dá as “Boas-vindas” a 10 novos artistas


Veridiana Leite 100 x 140 cm 2 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas

Pintura, desenho, fotografia e objetos tridimensionais fazem parte da mostra que apresenta ao público os novos representados para Referência Galeria de Arte e aborda o aborda o funcionamento do sistema de arte

 De 31 de maio a 10 de julho, a Referência Galeria de Arte realiza a mostra coletiva “Boas-vindas” para apresentar os novos artistas representados. Com trabalhos em pintura, desenho, fotografia e objetos tridimensionais, a exposição traz trabalhos produzidos nos ateliês em diferentes regiões e cidades do país. De caráter didático, a mostra aborda a multiplicidade de linguagens, técnicas e suportes que os artistas desenvolvem em seus ateliês e a importância do trabalho de curadores, críticos, pesquisadores, colecionadores e galeristas para manter o sistema da arte funcionando. Com visitação de segunda a sexta, das 10h às 19h, e sábado, das 10h às 15h, a Referência Galeria de Arte fica na 202 Norte Bloco B Sala 11, Subsolo – Brasília-DF. Telefones: (+55 61)3963-3501 e (+55 61) 98162-3111. A entrada é gratuita, livre para todos os públicos, mas sujeita à lotação de 10 visitantes por vez.

““Boas-Vindas” é o que desejamos aos novos artistas representados pela Referência Galeria de Arte. A inclusão dos novos artistas é resultado do trabalho diário que fazemos na Referência de conhecer e acompanhar a produção de artistas de várias partes do país, tanto jovens recém começando na carreira como os que já têm uma trajetória consolidada”, afirma a galerista Onice Moraes. “Para chegar até os artistas, mantemos uma conversa constante com curadores, artistas com quem já trabalhamos, pesquisadores e colecionadores. São pessoas atuantes que nos alimentam com informações e nós as informamos de nossas pesquisas e dos artistas que acompanhamos. É uma relação intensa que ajuda a manter os artistas produzindo”.

Participam da mostra Alessandra França (Manaus/Brasília), Helena Trindade (Brasília), Júlio Lapagesse (Brasília/São Paulo), Marcela Campos (Brasília), Rafael Vicente (Niterói), Rodrigo Zeferino (Ipatinga), Rogério Nogueira (Brasília), Sidney Tendler (Rio de Janeiro/Bélgica), Valdson Ramos (Anápolis) e Veridiana Leite (Ribeirão Preto). “São artistas que trabalham com diferentes linguagens e suportes, cujos processos criativos contribuem para o diálogo com os artistas que já fazem parte do acervo da galeria”, explica a galerista.

“Boas-vindas” é uma mostra que fala da essência do colecionismo, da incessante busca do colecionador pelo que os artistas produzem em seus ateliês. “Fala do desafio do galerista em se permitir conhecer, visitar, ampliar os horizontes, trabalhar incansavelmente para que o trabalho dos artistas seja conhecido pelo maior número de pessoas e que possam viver de seu trabalho”, completa Onice Moraes.

Encontro com o artista

No dia da abertura da mostra, 31 de maio, segunda-feira, às 18h, o artista Rafael Vicente estará na Referência para uma conversa com o público sobre a relação de seu trabalho com sua pesquisa sobre a paisagem urbana, pesquisa essa que o curador Marcos Lontra chama de “Construindo pontes”. Devido à continuidade da pandemia, o encontro com o artista acontecerá de forma híbrida: presencialmente e com transmissão pelo Instagram @referenciaarte. Para a participação presencial, serão disponibilizadas 10 vagas que deverão ser agendadas previamente pelo e-mail referenciagaleria@gmail.com ou pelos telefones (61) 3963-3501 e (+55 61) 98162-3111.

Conheça os artistas

Alessandra França é artista visual/fotógrafa, 52 anos, formada em Administração de Empresas. Seu trabalho é voltado para o cotidiano e as memórias afetivas. Atualmente, dedica-se a trabalhos com intervenções, mesclando fotografias, bordados, materiais diversos e de reuso.

Helena Carvalho Trindade, Brasília, é graduada em Arquiteta e Urbanista pela Universidade de Brasília (UnB) (2013) e mestre em Arquitetura pela Oxford Brookes University, Reino Unido (2015). Seu trabalho se relaciona com a cartografia de Brasília e traduz suas experiências adquiridas durante o período do mestrado, quando a artista desenvolveu inúmeros projetos com a técnica do corte a laser.

Júlio Lapagesse,1985, de Brasília, é Bacharel em Artes Visuais pela Universidade de Brasília (UnB). Trabalha principalmente com desenho, colagem e desdobramentos dessas duas linguagens. Atualmente vive e trabalha em São Paulo (SP). Foi integrante e fundador do Espaço Laje (DF), do Ateliê Nova (DF) e do Espaço BREU (SP).

Marcela Campos é licenciada em Artes Plásticas e pós-graduada em História da Arte na Faculdade Dulcina de Moraes (Brasília). Sua pesquisa individual é pautada em performance e video e pintura. Fundadora do coletivo de performance TresPe, busca através da produção poética, a pesquisa e aprofundamento das questões da performance, participando de Transborda Brasília (DF; 2015), Diálogo sobre o Feminino (DF; 2016), prêmio do Salão de Jatai (GO; 2012). Membro do Grupo EmpreZa (GO), participa intensamente das suas últimas atividades.

Rafael Vicente mora e trabalha no Rio de Janeiro onde possui um atelier na antiga Fábrica Bhering. Bacharel em Pintura pela Escola de Belas Artes da UFRJ, Rio de Janeiro. Frequentou o curso de Análise e inserção na produção contemporânea com Iole de Freitas EAV, Parque Lage (RJ) e fez cursos teóricos com Agnaldo Farias, Fabiana de Moraes e Suzi Coralli. Seu trabalho tem forte influência da paisagem urbana, com o uso de perspectivas e de uma paleta de cores que remete ao ambiente de grandes metrópoles.

Rodrigo Zeferino começou a fotografar na Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas, em 1998. Em 2006 realizou sua primeira individual. Atualmente, dedica-se ao curso de especialização em Artes Plásticas e Contemporaneidades pela Escola Guignard (UEMG), em Belo Horizonte. Recorrendo frequentemente à técnica de fotografia de longa exposição, seus trabalhos discutem questões contemporâneas diversas, mas está no cerne de todos eles o propósito de evidenciar como a geoeconomia mundial – e suas reverberações na industrialização, urbanização e exploração ambiental – impõe situações de condicionamento a várias camadas da sociedade, que são forçadas a se submeter a circunstâncias pouco favoráveis à existência humana e do ambiente como um todo.

Rogério Nogueira é músico e cientista da computação, e vive em Brasília desde 1991. Seu trabalho segue uma linha figurativa e uma abordagem em que predomina a representação da natureza. Artista autodidata, passa da fotografia para o desenho e, posteriormente, para a pintura. Apresentado no estande d’A Casa da Luz Vermelha na feira BAZARTE, 2017, teve duas obras selecionadas para o Emerging Talent Award 17’  LensCulture [Competition Gallery] e Exposure Awards 18′ LensCulture [Competition Gallery], Amsterdã, , consecutivamente. Em 2020 uma obra é apresentada na mostra coletiva “Uniqlo Tate Lates”, Tate Modern, Londres.

Sidnei Tendler é formado em arquitetura pela Universidade Santa Úrsula, Rio de Janeiro. Durante sua formação, frequentou os cursos de Semiologia com o professor Umberto Eco e o curso de História do Urbanismo com o professor Leonardo Benévolo. Após graduar-se, mudou-se para Nova York onde frequentou cursos de design na Parsons School of Design. Desde o ano 2000, vive e trabalha na Bélgica, onde mantém seu ateliê. Seu trabalho em pintura reflete sua busca por imagens criadas por experiências sensoriais.

Valdson Ramos é pintor e aquarelista. Seus trabalhos têm como referências o imaginário da religião católica, principalmente aquele relacionado com a iconografia da crucificação de Jesus Cristo, sudários, cravos, coroa de espinhos, corpo sacrificado. Os materiais adotados, como vinho canônico e água benta, integram a poética. De Formoso/GO, vive e trabalha em Anápolis/GO. Licenciado em Artes Visuais pela Universidade Federal de Goiás. Arte educador pela Secretaria de Educação de Goiás. Participou de diversas exposições coletivas e realizou exposição individual: Eu + o tempo, Galeria Antônio Sibasolly, Anápolis/GO (2008). Recebeu as premiações: 15º Salão Nacional de Artes de Jataí, MAC, Jataí/GO (2016); 21º Salão Anapolino de Arte, Galeria Antônio Sibasolly, Anápolis/GO.

Veridiana Leite (Ribeirão Preto, 1979) é formada em Comunicação Social pela ESPM (São Paulo), em Artes Visuais pela Escola Massana (Barcelona) e pós-graduada em Teatro do Sentidos pela Universidade de Girona.  A pintura é seu principal meio de expressão, mas trabalha também com escultura e fotografia. Fez residências artísticas em Berlim, na Tailândia, Rio de Janeiro e Lisboa. Participou do 36º SARP (Ribeirão Preto, 2012) e do Programa de Exposições do Museu de Arte de Ribeirão Preto (2019). Entre suas mostras coletivas constam “Nowhere“(Lisboa), “Black Tie” (Espaço Cultural do BNDES, 2013), Catarse (Fábrica Bhering RJ, 2014). Realizou a exposição individual “Azul” na galeria Adearte, (Ribeirão Preto, 2013). Vive e trabalha entre São Paulo e Lisboa.

Serviço:

Boas-vindas

Mostra coletiva

10 novos artistas representados pela Referência Galeria de Arte

Obras de | Alessandra França, Helena Trindade, Júlio Lapagesse, Marcela Campos, Rafael Vicente, Rodrigo Zeferino, Rogério Nogueira, Sidney Tendler, Valdson Ramos e Veridiana Leite

Quando | De 31/05 a 10/07

Visitação | De segunda a sexta, das 10h às 19h

Onde | Referência Galeria de Arte

Endereço | CLN 202 Bloco B Loja 11 – Subsolo

Asa Norte – Brasília DF

Telefone | (61) 3963-3501

Wpp | +55 61 98162-3111

E-mail | referenciagaleria@gmail.com

Facebook | @referenciagaleria

Instagram | @referenciaarte

Fonte: Agenda KB Comunicação

Fotos: Divulgação

Alessandra Franca 235 x 31 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Helena Trindade 30 x 30 cm 1 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Julio Lapagesse 21 x 30 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Marcela Campos Referencia Galeria de Arte 1 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Rafael Vicente 01 120 x170 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Rodrigo Zeferino 100 x 150 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Rogerio Nogueira 87 x 87 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Sidnei Tendler 24 x 315 cm 01 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas Valdson Ramos 140 x 100 cm 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas

Veridiana Leite 100 x 140 cm 2 150x150 A Referência dá as “Boas vindas” a 10 novos artistas

qrf

Por: visitebrasilia
Data: 26/05/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!