EnglishJapanesePortugueseSpanish
23.11.2020

Adelina Benedita, professora aposentada que deixa um grande ensinamento para o DF

A Professora atuou com a temática racial em escolas públicas da capital

Por Luan Gabriel

Durante sua trajetória como professora, Adelina Benedita Alves Santiago trabalhou 25 de seus 53 anos à Coordenação Regional de Ensino de Ceilândia. Um tema que sempre esteve presente e que ela buscava debater é: o antirracismo e a valorização da beleza negra.

Em 2010, Adelina Benedita entrou para a pasta de Direitos Humanos e Diversidade, na regional de ensino, e a se dedicar exclusivamente ao tema. Uma das atividades propostas era cultivar a cultura negra dentro das escolas, levando as oficinas de turbantes, e de bonecas, rodas de leitura afro e palestras nas escolas.

O seu projeto “Rainhas Coroadas” foi posto em prática nas escolas públicas de Ceilândia, para que crianças conseguissem retomar a autoestima, algo difícil devido ao racismo ainda presente na sociedade. A partir dele, Adelina criou sua marca de adereços, com o mesmo nome, vendendo seus produtos na Feirinha de Pirenópolis nos fins de semana.

Em 2016 ela entrou para a Frente de Mulheres Negras do Distrito Federal e Entorno, que tem como meta o enfrentamento do racismo e sexismo. Mesmo aposentada, Adelina continua educando crianças quanto ao tema, atualmente desenvolve o projeto Uma visita importante em minha casa, que tem como ideia levar uma boneca negra para a casa de crianças brancas, para dar representatividade negra para a elas.

 

%name Adelina Benedita, professora aposentada que deixa um grande ensinamento para o DF
Foto: Arquivo Pessoal


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!