EnglishJapanesePortugueseSpanish

Afete-se comemora cinco anos com documentário sobre o amor e utopia


Afete se 3 Afete se comemora cinco anos com documentário sobre o amor e utopia
Evento que promove o afeto, a inclusão e o acolhimento desde 2016 será celebrado com exibição do curta-metragem Quinto Ato, um retrato e manifesto dos cinco anos da festa. Neste sábado, no Imagina Juntos

Um local de amor, de inclusão, de ressignificação de espaços públicos, de acolhimento e de arte. Desde 2016, o evento Afete-se fez e faz história na capital federal.  A festa que tem como idealizadores os produtores culturais e artistas Fabio Pedroza, Nana Yung, Lulu Praxedes, Gustavo Bill e mais uma equipe técnica e de parceiros super afinada, surgiu com o intuito de promover um evento multissensorial e artístico em um local seguro onde todas as pessoas pudessem dançar, respirar, sem risco de assédio e sem descriminação de gênero, cor e orientação sexual.  E assim foram anos de festas e intervenções das mais diversas.

Agora, em 2021, em tempos de pandemia, a Afete-se vai celebrar os seus cinco anos de história por meio de curta-metragem manifesto que retrata esses cinco anos de amor, de utopia. O documentário Quinto Ato será exibido em primeira mão neste sábado, 4 de setembro, a partir das 21h no espaço Imagina Juntos (412 Norte). O evento, que obedecerá todos os protocolos de segurança, começará às 16h e terá DJs embalando o som e o dia de AFETE-SE. Gratuito. Não recomendado para menores de 16 anos.

No curta de aproximadamente 10 minutos, o público poderá entrar neste universo utópico que sempre acompanhou a Afete-se. A ideia é que as pessoas sintam o amor, de todas as formas, e reverberem este amor.

“Afete-se veio de afeto. De respeito ao meu afeto, ao seu afeto e, como em conjunto, nos afetamos positivamente em uma vibe de respeito. O evento surgiu em 2016 quando observamos que alguns espaços e eventos de Brasília estavam assediando a comunidade Lgbtqia+ e mulheres. Na Afete-se, o amor e afeto vêm em primeiro lugar. É um evento que sempre abriu espaço para todos os tipos de sons, artes e ressignificação dos espaços por meio da arte e ocupação”, destaca um dos idealizadores, Fabio Pedroza.

Também idealizadora da Afete-se, a produtora cultural Nana Yung ressalta ainda que o evento sempre trouxe a proposta de “um ambiente de experiências, colaborações, afetações e realização de um mundo possível”. Nana destaca também que o documentário tem como ponto de partida a crise provocada pela pandemia da COVID-19 entre 2020 e 2021, levantando reflexões que vão desde o impacto nas manifestações culturais urbanas até as transformações nas relações sociais pela ótica do afeto.

“Como continuar propondo que as pessoas se afetem e compartilhem suas manifestações de forma amorosa em tempos como esses? E como retribuir todo afeto que recebemos nessa trajetória e tudo que compartilhamos até aqui?  O Quinto Ato e a Afete-se são um convite, uma provocação para que essa discussão não deixe de estar presente. E uma forma de convidar as pessoas para que elas, ativamente, continuem realizando esses afetos”, pontua Yung.

Diretoras convidadas para o curta Quinto Ato, Amanda Alves e Vivi Morais explicam porque a produção virou um documentário de manifesto.

“Realizamos o filme durante a pandemia, mas não saímos para filmar. O documentário conta com imagens de arquivos destes cinco anos de celebração ao amor. Estamos também, por meio do filme, ressignificando a nossa forma de contato. Como é não ter este contato físico? Então, não ignoramos o momento em que estamos vivendo e voltamos em forma de manifesto. Manifestando o amor e o afeto”, explica Vivi.

Para Amanda, que faz parceria com Vivi na direção, a inspiração para este filme veio da convivência e acompanhamento da Afete-se desde a sua primeira edição.

“O texto foi construído tendo essa minha primeira experiência, desde a primeira festa, como referência. Para nós este filme é a realização de uma utopia e desse poder realizador que todos nós temos”, declama.

O Quinto Ato foi realizado e promovido pelo Coletivo Afete-se e seus colaboradores, com apoio da NTCA Produções e Animars Produções. A trilha sonora é de Lulu Praxedes. Apoio: Imagina Juntos (412 Norte).

Ficha técnica:

Direção:

Amanda Alves e VV Morais

Argumento de Roteiro 

Amanda Alves, Fabio Pedroza, Tawana B. “Nana” Yung e VV MoraisRoteiro:

Amanda Alves e VV Morais

Coordenação de Produção:

Fabio Pedroza

Coordenação de Comunicação:

Tawana B. “Nana” Yung

Coordenação administrativa: 

Thiago Fanis

Curadoria de Imagens:

Amanda Alves, Henrique Laterza, Tawana B. “Nana” Yung, VV Morais

Edição:

Henrique Laterza

Imagens:

Amanda Alves, Anderson Freitas, Cristiano Yung Custódio, Giórgia Plauto, Heloisa Abreu, Isis Aisha, Jimmy Lima, José Trindade, Marina Morena, Matheus Andrade, Matheus Bacelar, Octávio Schwenck, Tawana B. “Nana” Yung, VV Morais

Arquivo:
Afora

Animars Produções

Trilha Sonora:

Lulu Praxedes

Tradução:

Thaís Rosa

Equipe de Texto, conceito e comunicação: 

Amanda Alves

Lídia Rios
Matheus Andrade

Tawana ‘Nana’ Yung
VV Morais

Redes Sociais
Lídia Rio

Serviço: Afete-se comemora cinco anos em documentário Quinto Ato

Data: 4 de setembro, sábado

Local: Imagina Juntos (412 Norte)

Horário: a partir das 16h

Gratuito

Não recomendado para menores de 16 anos

Fonte: Clara Camarano

Fotos: Shake It / Pedro Lacerda

Por: visitebrasilia
Data: 03/09/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!