EnglishJapanesePortugueseSpanish
04.11.2020

Alok no Sertões: Muita lama e diversão

385398 953266 271 cadurolim s20 shez 012 25 1 Alok no Sertões: Muita lama e diversão

DJ goiano, um dos mais influentes do planeta, voltou às origens a bordo de um UTV Can-Am; participação especial aconteceu na 2ª etapa do maior rally das Américas, que passou bem próximo a Chapada dos Veadeiros (GO)

Alok, o maior nome da música eletrônica do Brasil, tem seus grandes sucessos medidos em batidas por minuto, a conhecida sigla BPM. Mas na última segunda-feira, 2, o DJ goiano trocou a frequência das pistas de dança por sua “prima”, as rotações por minuto (RPM), mais afeita ao universo da velocidade. À bordo de um UTV Can-Am Maverick X3, ele encarou os desafios da 2ª etapa do Sertões 2020, o maior rally das Américas, cujo percurso foi de Minaçu (GO) a Campos Belos (GO), com uma passagem muito marcante para o artista.

“Foi muito legal a experiência, principalmente pelo fato de ter acontecido em Alto Paraíso de Goiás, na Chapada dos Veadeiros, uma região que eu morei por quatro anos. Apesar de ter me sujado bastante, foi super divertido”, garante Alok. “Eu não vim aqui para competir, mas, sim, me divertir. E foi uma experiência incrível, uma excelente forma de entretenimento. Quando fui chamado, não tinha noção da magnitude do evento, da logística tão elaborada da prova, que move tantas pessoas para cruzar o Brasil. Espero muito poder contar outras histórias, os próximos capítulos do Sertões. Podem contar comigo.”

A tradicional poeira pela qual o Sertões é mundialmente conhecido deu lugar à lama em boa parte da especial, a primeira perna da Etapa Maratona. Até os pilotos mais experientes do cross country disseram que este foi um dos trechos mais difíceis da história da prova, que não costuma ter o fator chuva no radar por ser realizada tradicionamente no período de secas. Mas Alok não estava desamparado nesse desafio: ele teve a companhia do experiente navegador Armando Miranda, seis vezes campeão brasileiro de rally de velocidade e duas vezes venceor do Sertões.

“O UTV é um carro extremamente potente, ou seja exige muita responsabilidade. O Sertões não é para ‘faixa branca’. Como sou ‘café-com-leite’, decidi ir na manha. Mas foi muito divertido, mesmo ficando em último foi ótimo”, garante.

O DJ é um dos convidados da edição 2020 do maior rally das Américas. Além dele estão na prova o chef e apresentador franco-brasileiro Olivier Anquier e os pilotos egressos do asfalto Rubens Barrichello e Nelsinho Piquet. Ainda participarão das etapas finais da prova o embaixador do turismo brasileiro Álvaro Garnero e o piloto Felipe Fraga, o mais jovem vencedor da Stock Car, que entra na prova a partir de amanhã, em sua cidade natal, o Tocantins.

O SERTÕES

Um ano diferente pede um Sertões diferente. O maior rally das Américas se transforma no “Rally da Solidariedade”. A 28ª edição da prova traz adaptações relevantes nas suas três dimensões: Esporte, Social e Turismo. A missão este ano é levar acesso à medicina de qualidade e fomento econômico para as comunidades remotas e carentes do Brasil. Este ano a ação social do Sertões está focada em dois pilares: 1. Saúde: a instalação de unidades de teleatendimento médico gratuito de qualidade, projeto inovador desenvolvido pelo SAS Brasil;  2. Legado econômico: Ação coordenada com o SEBRAE em apoio à campanha ‘COMPRE DO PEQUENO’. Aquisição de cestas básicas de pequenos produtores locais que serão distribuídas nas regiões aos que estão sem trabalho e renda, além de todo abastecimento das Bolhas Sertões. O lado competitivo da prova foi adaptado e traz um protocolo de segurança especial com 10 medidas. A caravana ficará isolada em bolhas durante o percurso, em acampamentos fechados. Já a dimensão Turismo, que revela lugares que pouca gente conhece, foi postergada para 2021.

O ROTEIRO SERTÕES 2020

O Sertões 2020 saiu da Fazenda Velocitta, em Mogi Guaçu (SP) dia 30/10 e chega em Barreirinhas (MA) dia 07/11. Vai cruzar cinco Estados e o Distrito Federal – SP, MG, DF, GO, TO e MA. Este ano, excepcionalmente, não haverá chegada às cidades anfitriãs. Toda a caravana se fechará em bolhas – locais isolados, afastados de adensamento.  Esses locais serão mantidos sob sigilo, a fim de evitar aglomeração. Os locais exatos das bolhas só serão revelados aos competidores na véspera. Todos seguirão por uma rota pré-estabelecida e monitorada.

Siga-nos em nossas redes sociais e saiba tudo sobre o SERTÕES:

Site: www.sertoes.com

Fonte: Comunicação – Sertões

Fotos: Cadu Rolim/Shez


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!