10.08.2017

Aplicativo que paga em dinheiro para clientes visitarem restaurantes já conta com mais de 30 estabelecimentos

Magpi Nota Aplicativo que paga em dinheiro para clientes visitarem restaurantes já conta com mais de 30 estabelecimentos

O Magpi, aplicativo que está revolucionando a maneira de divulgar restaurantes, vem crescendo a cada dia e aumentando cada vez mais o número de estabelecimentos adeptos à plataforma, assim como o número de usuários. Com pouco mais de um mês após o seu lançamento, o aplicativo, que paga os usuários para visitar os restaurantes, já conta com mais de 30 estabelecimentos participantes. E até o fim do ano a meta é chegar a 150 casas cadastradas, além de expandir o funcionamento para Goiânia e São Paulo.

Na lista de estabelecimentos que já estão usando o aplicativo para remunerar os clientes e estimular as indicações “boca-a-boca” estão grandes redes e casas reconhecidas pela boa culinária e atendimento. Entre eles estão restaurantes do porte do Tejo, considerado um dos melhores portugueses da cidade, e o badalado Bartolomeu; além da steakhouse Chicago Prime, do Arrabetto, da Pizzaria San Marino, da Torteria de Lorrenzo e o Boteco do Juca, só na Asa Sul. Na Asa Norte, tem o Lisboeta, o Café É Um Chêro e o Spoleto (Unb). Ainda no Plano Piloto, tem Dona Chica, no Lago Sul, e Gordeixos e Arabetto no Sudoeste, além da loja de equipamentos de cozinha, All Kitchens, entre outros.

Já em Águas Claras, os usuários do aplicativo podem ganhar dinheiro visitando o Casero Restaurante & Bistrô, o Arabetto, Steak Grill, Chicago Prime, e os bares Piratas, Dom Tatoo Lounge Bar e Querosene; em Vicente Pires, tem o Gauchitos e o Império das Pizzas. Entre as redes, que estão espalhadas pelas cidades do DF, estão a Pizza Hut, o HumBurguer, e o American Prime.

E não para por aí. A cada dia, novas casas vão aderindo ao sistema. O CEO e criador do Magpi, Wellington Braga, tem se surpreendido com a resposta rápida que o aplicativo vem tendo por parte de usuários e donos de restaurantes. “Todo dia tem restaurante novo entrando e a base de usuários também cresce de forma acelerada”, afirma Braga. “Superamos as metas iniciais já no primeiro mês”, comemora Eduardo Ferrari, diretor comercial da empresa. “Só para os próximos dias teremos mais de 15 restaurantes disponíveis”, afirma Ferrari.

O motivo do sucesso a equipe credita aos diferenciais do aplicativo, que inova não apenas por remunerar os usuários pela visita ao restaurante, mas por pagar em dinheiro direto na conta bancária. Além disso, o aplicativo permite que seus usuários conheçam novos estabelecimentos e indiquem os lugares preferidos de forma rápida e prática aos seus amigos.

Como funciona

 Ao instalar o aplicativo, por enquanto disponível apenas para os dispositivos Android, o usuário encontra um mapa com os restaurantes cadastrados e o valor que cada estabelecimento paga pela visita. Os valores são definidos pelos restaurantes de acordo com ticket médio de cada um. Além de remunerar pela visita, o aplicativo ainda oferece mais duas opções de ganhos para os usuários. A primeira é por meio da indicação, que se dá toda vez que o usuário indicar o restaurante a um amigo e este validar a visita; e a segunda maneira se dá pelo consumo. Basta consumir algo, pedir a nota fiscal com CPF e enviá-la pelo aplicativo para ganhar um percentual do valor gasto em dinheiro na conta bancária.

 Para os idealizadores, a facilidade de baixar, a mobilidade e a capilaridade do aplicativo são os pontos que fazem do Magpi uma plataforma acessível e prática. Outro benefício ressaltado pela equipe de desenvolvimento, é a facilidade de uso e a praticidade para navegar. Por ter todos os estabelecimentos unidos em um só lugar, os usuários não precisam baixar um aplicativo para cada estabelecimento, e em apenas poucos cliques é possível saber quanto receberá pela visita e pela indicação.

Além de ser uma ferramenta que já funciona como um canal de relacionamento entre o usuário e o restaurante, o Magpi também tem a finalidade de ajudar os empresários a captar novos clientes, além de aproximar os usuários do aplicativo dos estabelecimentos. Os donos de restaurante comemoram: “A vantagem é que só pagamos quando o cliente visita o estabelecimento. Assim, com o cliente dentro do nosso negócio, é mais fácil fidelizar e vender”, avalia Rogério Laudares, franqueado da Pizza Hut em Brasília.

O aplicativo também permite que o empresário mensure o resultado de cada real investido, pois disponibiliza um painel de gestão, onde os donos dos estabelecimentos poderão acompanhar o número de visitas, os valores gastos por cada usuário, quantas indicações foram feitas, entre outras importantes informações. “Acreditamos que uma indicação vale muito, e para o Magpi ela vale dinheiro. Não é desconto, não é bônus, é dinheiro na conta bancária”, reforça Welington Braga, CEO e idealizador do projeto.

 

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!