EnglishJapanesePortugueseSpanish
13.02.2020

Arte no CAT comemora os 60 anos da cidade com programação cultural

Foto Luís Tajes Setur DF 1024x573 Arte no CAT comemora os 60 anos da cidade com programação cultural

Torre de TV Digital de Brasília.Foto Luís Tajes/Setur-DF

Iniciativa da Secretaria de Turismo ressiginifca os CATs e convida a população para se apropriar dos espaços públicos

 Com o objetivo de aliar o turismo à cultura, o projeto “Arte no CAT” chega a 2020 com uma ampla programação que vai levar atividades culturais para os Centros de Atendimento ao Turista (CAT) localizados na Praça dos Três Poderes, Setores Hoteleiros Norte e Sul, Rodoviária Interestadual e Torre Digital. O projeto vai ter uma agenda toda penúltima semana de cada mês e receberá artistas e produtores da cidade até o final do ano, compondo as comemorações de 60 anos de Brasília. A Feira no CAT – 1ª Feira Flor do Cerrado vai iniciar as atividades neste sábado (15), na Torre Digital.

Os locais serão palco de apresentações de dança, música, receberão exposições de fotografia, pintura, arte popular, poesia, saraus de literatura e feira de artesanato. Assim, brasilienses e turistas terão mais um local para conhecer a produção cultural da capital. “Estamos ocupando os espaços da nossa cidade e promovendo experiências únicas e inesquecíveis para brasilienses e turistas. Os CATs são espaços multifuncionais que refletem identidade da cidade, a alegria dos brasilienses, a efervescência de tudo o que somos e produzimos”, destaca Vanessa Mendonça, secretária de Turismo.

Para a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, a parceria com a Secretaria de Turismo é mais uma oportunidade de levar os produtores do DF para os espaços urbanos, aproximando o campo da cidade, e gerando renda na área rural. “Essa parceria traz valorização para a nossa área rural. Além de ampliar o espaço de comercialização dos nossos agricultores, gerando renda, esse tipo de iniciativa leva nossos produtores para o contato direto com o consumidor. A cidade também ganha com produtos frescos, naturais e sustentáveis, produzidos por pequenos produtores da nossa região.”

A cada dia da semana, um CAT será agraciado com uma programação especial. As terças-feiras será a vez do CAT do Setor Hoteleiro Norte. Na quarta-feira, o Setor Hoteleiro Sul. Seguindo pela Rodoviária Interestadual nas sextas-feiras. Já os finais de semanas serão da Casa de Chá, aos sábados, e da Torre Digital todo primeiro final de semana de cada mês.

O ponta pé inicial vai ser dado neste sábado (15), a partir das 9h, na Torre de TV Digital. O ponto turístico vai receber a Feira no CAT – 1ª Feira Flor do Cerrado. O evento vai dar visibilidade a rica e diversificada produção de orgânicos, de flores naturais e demais itens de origem rural das regiões da Serrinha do Paranoá, Rota do Cavalo, Lago Oeste e Circuito Rajadinha.

Para completar a programação, o anel externo da Flor do Cerrado vai receber uma feira de artesanato com 20 artesãos da cidade, feira de adoção de cães e gatos e uma aula show com produtos do cerrado ministrada pelo ex-participante do Masterchef, Vinícius Rossignoli. “Um evento como esse abre para a população a possibilidade de conhecer um dos nossos principais bens, o cerrado. São produtores e empresas que acreditam no potencial do cerrado e trabalham com nossos ingredientes, favorecendo a valorização dos nossos sabores. A Setur está de parabéns por enxergar o potencial turístico de nossa região e usar a gastronomia como pilar dessa redescoberta”, reforça Rossignoli.

Programação ampla

Cada CAT teve um perfil traçado pela Setur para construir uma programação cultural adequada a cada público. A Casa de Chá, localizada na Pra dos Três Poderes, irá receber apresentações de arte clássica com dança e música, exposições fotográficas de acervos históricos, pinturas e elementos de design.

Os Setores Hoteleiros Norte e Sul irão se transformar em um ponto de encontro para a arte urbana, grafismo, elaboração de caricaturas, arte circense e performática. A Rodoviária Interestadual irá receber artistas que representam a arte popular como sanfoneiros, repentista, grupos de samba e pagode e violeiros.  Já a Torre Digital vai ter uma programação focada no design, tecnologia e inovação, Ecoturismo, Turismo Rural e Turismo de Aventura.

Agenda:

15/02 – Torre Digital – Feira no CAT – 1ª Feira Flor do Cerrado

18/02 – Setor Hoteleiro Norte: Projeto Arte Urbana

19/02 – Setor Hoteleiro Sul: Arte Performática

21/02 – Rodoviária: Projeto arte Popular, com apresentação musical

Março:

01/03 – Bandeirão (Casa de Chá)

21/03 – Torre Digital: Projetos de Ecoturismo e Tecnologia

24/03 – SHN: Projeto Arte Urbana

25/03 – SHS: Projeto Arte Performática

27/03 – Rodoviária Interestadual: Projeto Arte Popular

28/03 – Casa de Chá: Projeto Música na Praça (Escola de Música de Brasília)

Serviço:

Feira no CAT – 1ª Feira Flor do Cerrado

Onde: Torre de TV Digital

Quando: Sábado (15), das 9h às 16h

Entrada gratuita

Fonte: SETUR/DF

Foto Luís Tajes_Setur-DF

Cidade
Data
Adultos
Crianças
Bebês

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!