EnglishJapanesePortugueseSpanish
09.02.2021

Asé Dudu traz a alegria do carnaval à “Quinta Sonora” da BDB Cultural

IMG 20210126 120013 Asé Dudu traz a alegria do carnaval à “Quinta Sonora” da BDB Cultural

Grupo de percussionistas liderado pela brasiliense Betinha terá show transmitido na quinta, dia 11, às 19h, nas redes sociais da iniciativa

A BDB Cultural adianta o clima de carnaval na “Quinta sonora” do próximo dia 11. Neste ano, claro, a folia será em casa e respeitando as medidas sanitárias de combate ao coronavírus, mas nem por isso será desanimada. A percussionista Betinha, líder do grupo Asé Dudu, que já há três décadas anima o brasiliense, faz uma apresentação nas redes sociais da BDB Cultural, às 19h. Assim, o público se mantém protegido, mas não deixa a festa passar em branco.

“Eu mesma passei vários carnavais em casa. Minha família é ligada ao carnaval, mas é parte da folia a gente se sentar junto para assistir aos desfiles das escolas de samba. Posso garantir que animação não faltava em casa. Nós, do Asé Dudu, inclusive, ensaiamos em casa. Na casa da minha mãe, um terreiro em Taguatinga-DF. Não vejo motivo para desassociar festa e lar”, diz Betinha.
O grupo Asé Dudu faz sua apresentação em versão reduzida, com só seis dos mais de 40 músicos da formação completa. O show percussivo será transmitido no Youtube e no Facebook da iniciativa. O vídeo do espetáculo, conta ainda com uma breve entrevista com Betinha, que fala da importância dos elementos afro em sua música.

“A presença do Asé Dudu como um todo, mas principalmente de uma figura como Betinha na programação da BDB Cultural, faz uma exaltação da cultura afro-brasileira que vai além da música. É uma apresentação que mostra vestimentas, costumes e religiosidades em um tipo de espaço, uma biblioteca, que poucas vezes se encontra aberto para essas ocupações”, afirma o curador de música da BDB Cultural, maestro Marcos Farias.

A percussão entre os livros

Betinha afirma que é uma honra se apresentar na “Quinta sonora”, um evento que ela mesma já participou, mas como público. “Sou professora de capoeira em escolas na região da biblioteca. Nos horários do meu almoço, ia até lá e cheguei a ver umas apresentações de voz e violão que tinham na agenda. Toda vez que passo na porta, me emociono com o fato dela estar longe do público. Mas quando estivemos lá para gravar a apresentação, eu fiquei muito surpresa. Vi a estrutura nova, fiquei bem feliz”, disse ela.

A apresentação do Asé Dudu é importante para Betinha não só pela conexão pessoal que ela tem com a biblioteca, mas também pela simbologia do evento ser realizado do lado do acervo de livros da BDB. “Significou muito para nós. Um espaço da biblioteca, recebendo um grupo afro, um bloco que trata da cultura negra, é lindo! A nossa história não é tão contada nos livros, faltam obras sobre a nossa cultura, sobre pessoas pretas. Então, a gente ser convidado para este espaço, nos fortalece muito. É uma honra”, completa Betinha.

Sobre a BDB Cultural

A BDB Cultural é uma iniciativa do governo federal, por meio do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) e, por meio de um termo de colaboração, com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude. A agenda que o projeto executará na BDB segue ainda pelos próximos 14 meses.
“Com a BDB Cultural, vamos renovar a prática de ser uma referência a outras bibliotecas do país para que elas possam abrir suas asas para voos mais altos e dar vida aos seus espaços”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.

Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCDKEJjxob9YrWy0B7isNeaA), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural) e no Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/) da iniciativa.

Sobre Betinha e o Asé Dudu

Elizabete Cintra, a Betinha, é uma brasiliense que atua em diversas frentes para a divulgação da cultura de matrizes africanas. É a líder percussiva do grupo Asé Dudu, que realiza apresentações que valorizam a música afro-brasileira, fundado há mais de 30 anos. Além disso, Betinha é professora de capoeira e dá aulas em escolas particulares e públicas de todo o DF. Atua ainda no grupo Sambadeiras de Bimba, que faz um resgate da tradição do samba de roda.

Já o grupo percussivo Asé Dudu, que ela atualmente lidera, é especializado em um trabalho que passa por oficinas de percussão, apresentações privadas, mas, sobretudo, pelas tradicionais apresentações nas ruas do DF, sendo um dos blocos de rua mais antigos do carnaval de Brasília, membro da Liga dos Blocos Tradicionais. Sua formação completa conta, no momento, com 40 músicos.

Serviço:

BDB Cultural – Fevereiro de 2021

“Quinta sonora” com Betinha e percussionistas do Asé Dudu.

11/02, quinta, 19h = Transmissão de um espetáculo de percussão do Asé Dudu no Youtube e no Facebook da BDB Cultural.

Outras informações:

Facebook.com/bdbcultural

Instagram – @bdbcultural

Fonte: BDB Cultural

Fotos: Divulgação


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!