26.12.2018

BRASÍLIA GANHA HOMENAGEM ENTRE A TRADIÇÃO NATALINA E AS CORES DO CERRADO NA EXPOSIÇÃO NATAL ARTE

obj strip 292037 0 full BRASÍLIA GANHA HOMENAGEM ENTRE A TRADIÇÃO NATALINA E AS CORES DO CERRADO NA EXPOSIÇÃO NATAL ARTE

O projeto reúne a criação de designers brasilienses em mostra natalina e reforça o título de Cidade Criativa do Design para a capital, concedido pela Unesco

O Aeroporto Juscelino Kubitschek se transforma em espaço criativo e recebe a exposição Natal Arte em dezembro. A ação reforça o título de Cidade Criativa do Design, concedido pela Unesco, e reúne 40 artistas da capital. A ideia é trabalhar com diferentes olhares a partir do mesmo ponto inicial: uma árvore base em aço carbono de 2,5 metros de altura, criada pelo desenhista industrial e designer Aciole Félix. Entre os expositores figuram arquitetos, ilustradores, artistas plásticos e designers gráficos.

O tradicional espírito natalino

A tradição entra em cena para inspirar o artesão e designer Tunico Lages, que optou por fazer um resgate ao velho Natal, com pinheiros e bolas decorativas. O resultado transformou-se em uma singela homenagem às madeiras do cerrado, que fazem parte do trabalho cotidiano do artista. “Quero homenagear as cores únicas e a gratidão que tenho por essa terra. Eu trabalho com as madeiras que encontro mortas na natureza e com aquelas que não posso impedir a morte”, destaca Tunico.

O artista lembra que muitas árvores são derrubadas diariamente para a construção de condomínios populares e a vontade de reverter esse quadro tem inspirado seus projetos. “Outro dia questionei um grande construtor da região sobre a necessidade de deixar árvores nos condomínios que constrói e ouvi essa pérola: ‘Lugar de arvore é na floresta, cidade é lugar de gente’!”, conta o artesão.

Diferentes olhares sobre a capital

Enquanto isso, Darlan Rosa, um dos nomes mais reconhecidos na cena artística de Brasília, investiu sua energia criativa em uma homenagem à capital. Na árvore, o escultor optou por se inspirar nas mais de 50 obras que fez na cidade, espalhadas entre museus e órgãos públicos. A ideia é que os visitantes possam entrar em contato com um novo olhar sobre as obras nas bolas de Natal para, depois, reencontrá-las em diferentes pontos da cidade.

O espírito aventureiro que deu vida à capital no centro do país se fez presente na árvore criada por Teo Andrade. O artista se deixou levar pelo inspirador céu de Brasília para criar a obra, feita por barquinhos de papel iluminados em dois tons de azul. Na árvore, destaca-se a sensação de que os barcos flutuam no céu-mar da cidade, homenageando o espírito aventureiro presente em cada brasiliense.

Natureza em cena

Para Marcelo Coelho e Sofia Ruiz, o Natal está muito ligado ao verão, diferente do que nos acostumamos a ver com a tradição natalina europeia. Os artistas decidiram utilizar elementos que pudessem mostrar essa natureza tropical na árvore, misturando, de maneira fluida, costelas de Adão, orquídeas e antúrios. Na criação, cores terrosas e pouco saturadas remetem aos tons pálidos das folhas do cerrado no período da seca. Além disso, cores que lembram o verão ganharam destaque, como tons de areia e bronze.

SERVIÇO

Natal Arte

Local: Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek

Data: De 14 a 25 de dezembro.

Entrada franca

Classificação indicativa livre

obj strip 292037 2 full 150x150 BRASÍLIA GANHA HOMENAGEM ENTRE A TRADIÇÃO NATALINA E AS CORES DO CERRADO NA EXPOSIÇÃO NATAL ARTE obj strip 292037 1 full 150x150 BRASÍLIA GANHA HOMENAGEM ENTRE A TRADIÇÃO NATALINA E AS CORES DO CERRADO NA EXPOSIÇÃO NATAL ARTE obj strip 292037 0 full 150x150 BRASÍLIA GANHA HOMENAGEM ENTRE A TRADIÇÃO NATALINA E AS CORES DO CERRADO NA EXPOSIÇÃO NATAL ARTE

 

 

 

 

 

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!