EnglishJapanesePortugueseSpanish

CCBB oferece oficina gratuita de programação acessível nesta segunda-feira (24/05), no Youtube


Encontros CCBB Catálogo IMG 2 600px1 CCBB oferece oficina gratuita de programação acessível nesta segunda feira (24/05), no Youtube

Especialistas abordarão as melhores práticas com base nas diretrizes de acessibilidade para conteúdo da web; 

A transmissão será ao vivo, a partir das 16h, e as inscrições podem ser feitas em www.encontrosccbb.com.br  

 Os Encontros CCBB Sobre Acessibilidade Digital oferecem nesta segunda-feira (24/05) uma oficina sobre programação acessível. Especialistas abordarão as melhores práticas para quem deseja desenvolver conteúdos mais inclusivos na web. A atividade é direcionada a produtores culturais, comunicadores e demais interessados no tema. A iniciativa tem patrocínio do Banco do Brasil, produção executiva da Agência Galo e curadoria do Movimento Web para Todos.

A oficina, gratuita, será transmitida pelas redes sociais dos CCBBs de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, a partir das 16 horas. As inscrições devem ser feitas em www.encontrosccbb.com.br.

Reinaldo Ferraz, desenvolvedor e especialista em acessibilidade, e Leonardo Gleison, especialista em tecnologia assistiva da Laramara, abordarão conceitos, critérios de sucesso (WCAG) com foco em desenvolvimento e melhores práticas: estrutura de páginas, navegação, responsividade, animações, WAI-ARIA, comportamento de mídias e formulários, testes, entre outros tópicos.

Os palestrantes também apresentarão exemplos de aplicações de acessibilidade em páginas, guias e ferramentas para ajudar equipes de desenvolvimento a criarem aplicações acessíveis e, depois, validarem o trabalho.

Os Encontros CCBB Sobre Acessibilidade Digital tiveram início em 20/05 com o painel Acessibilidade Digital nas artes visuais: por que você deve se preocupar com isso. O vídeo desta atividade está disponível no canal de YouTube do Banco do Brasil.

A programação segue até 14 de junho com outras oficinas e debates para quem deseja adquirir informações e dados sobre as melhores práticas na produção de conteúdos culturais digitais realmente inclusivos. Confira a seguir:

26 de maio, das 16h às 17h30

Oficina de Design Acessível

Com Odilon Gonçalves, gerente de tecnologia e inovação do Museu da Pessoa e Diniz Cândido, especialista em acessibilidade digital e criador do canal Mundo Cegal, no YouTube.  Serão apresentados conceitos, critérios de sucesso (WCAG) com foco em design e UX, melhores práticas (carrossel acessível, paleta de cores, tipologia, contraste, hierarquia da informação, links de atalho etc.), exemplos de aplicações de acessibilidade em páginas e outras peças, guias e ferramentas para auxiliar designers durante o desenvolvimento de aplicações web e validação.

 28 de maio, das 16h às 17h30

Oficina de Produção de Conteúdo Digital Acessível

Com Simone Freire, idealizadora do Movimento Web Para Todos, e Isa Meirelles, criadora de conteúdo e uma das líderes da Deficiência Tech, comunidade de inclusão de pessoas com deficiência no mercado de tecnologia no Brasil. Os tópicos a serem abordados incluem conceitos de acessibilidade digital, linguagem inclusiva, acessível e neutra, descrição de imagens e texto alternativo, melhores práticas para sites culturais e redes sociais (como estruturar conteúdo, vídeos e podcasts acessíveis etc.), exemplos de aplicação de acessibilidades em páginas, materiais de referência e apoio para auxiliar no planejamento e execução de conteúdos audiovisuais.

 1º de junho, das 16h às 17h30

Debate: Desejos para a Construção de uma sociedade digital culturalmente inclusiva

Mediado por Alexandre Ohkawa, arquiteto, consultor e gestor cultural, presidente da Associação de Surdos do Estado de São Paulo Vem Sonhar e gerente de comunidade na Hand Talk. Pessoas com diferentes tipos de deficiência falam de sua realidade e seus desejos para a construção de uma sociedade digital culturalmente inclusiva. Participam Marcos Lima, jornalista e criador do canal Histórias de Cego, no YouTube, Leandrinha Du Art, escritora e influenciadora digital com foco nas causas LGBTQIA+ e PCD, e Paula Pfeifer, cientista social, escritora e líder da maior comunidade online de usuários de tecnologias auditivas da América Latina.

 14 de junho, das 16h às 17h30

Painel: Acesso a arte e cultura por pessoas com deficiência

Com Simone Freire, idealizadora do Movimento Web para Todos, e Viviane Sarraf, especialista em museologia e acessibilidade cultural, fundadora da Museus Acessíveis e criadora da RINAM – Rede de Informação de Acessibilidade em Museus. Participa também Fernando Campos, jornalista que mantém o canal Na Visão do Cego, no YouTube.

A iniciativa é uma realização do Centro Cultural Banco do Brasil, com curadoria do Movimento Web Para Todos, patrocínio do Banco do Brasil, idealização e produção executiva da Agência Galo.

 PESQUISA

Em 14 de junho, último dia dos Encontros, será lançado o Estudo CCBB Sobre Acesso a Arte e Cultura por Pessoas com Deficiência, produzido especialmente para a ocasião. Os dados a serem apresentados revelam um parecer das próprias pessoas com deficiência sobre a oferta de conteúdos culturais no contexto da acessibilidade digital. Os resultados da pesquisa serão debatidos por Viviane Sarraf, especialista em museologia e acessibilidade cultural, fundadora da Museus Acessíveis, e Simone Freire, do MWPT.

 SERVIÇO

Oficina de Programação Acessível

Data: 24/05

Horário: das 16h às 17h30

Transmissão: www.youtube.com/bancodobrasil;

Inscrições: www.encontrosccbb.com.br

Livre e Gratuito

Fonte: Agência Galo

Por: visitebrasilia
Data: 24/05/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!