EnglishJapanesePortugueseSpanish
07.04.2020

Cerrado no Prato e La Boulangerie se unem para apoiar famílias de agroextrativistas e agricultores familiares do Cerrado

%name Cerrado no Prato e La Boulangerie se unem para apoiar famílias de agroextrativistas e agricultores familiares do CerradoEm todo o Cerrado, estima-se que mais de 12,5 milhões de pessoas dependem dos recursos naturais do bioma para sobreviverem. São agroextrativistas, agricultores familiares e populações tradicionais que utilizam esses recursos como alimento, remédio, artesanato e fonte de renda complementar. Pensando no impacto gerado pelo fechamento dos restaurantes que naturalmente reduziu a demanda pelos produtos da sociobiodiversidade nesses estabelecimentos, o projeto Cerrado no Prato e a La Boulangerie (DF) estão lançando uma linha especial com os sabores do Cerrado para apoiar os agroextrativistas e agricultores familiares que foram impactados com as medidas de isolamento social decorrentes da pandemia da Covid19. Essa semana, entram no cardápio da La Boulangerie três produtos especiais: a tartelete de cajuzinho-do-cerrado de Vão das Almas (GO), o cookie baru (castanha de baru, mesocarpo de baru, chocolate branco e meio-amargo) e o pão com pimenta-se-macaco e linguiça da Graumans. Esses três itens serão comercializados ao valor de R$10,50 (tartelette), R$ 4,50 (cookie) e R$ 8,50 (pão). O padeiro e proprietário da La Boulangerie, Guillaume Petitgas, destaca que “a tartelette de cajuzinho-do-cerrado fez muito sucesso durante o Festival Gastronômico Cerrado no Prato e, por isso, resolvemos colocar no cardápio novamente pela fácil aceitação’. Os cerca de 20kg de cajuzinho, colhido durante a safra de 2019 pela família do Calisto e da Fiota no Quilombo Kalunga em Vão das Almas (GO), foram doados pelo Cerrado no Prato. Além disso, Guillaume conseguiu a doação dos outros insumos utilizados na receita, assim, toda a venda da tartelette será revertida para a família do Calisto e da Fiota. Para o cookie de baru, foram comprados castanha e mesocarpo diretamente da agricultora familiar Maria Madalena Soares, a Madá, do assentamento Vereda II que comercializa seus produtos no Mercado da Agricultura Familiar na Ceasa-DF, feira que esteve fechada nas últimas duas semanas. Além disso, a pimenta-de-macaco que será usada na receita do pão e também está sendo adquirida do casal Ana Maria e Zilas, outros agroextrativistas locais. Da venda do cookie e o pão, serão destinados 25% para apoiar outros produtores que integram o projeto Cerrado no Prato. É importante destacar que o projeto Cerrado no Prato incentiva o uso dos produtos do Cerrado na gastronomia e como um dos serviços essenciais que se mantém abertos nesse período, a parceria com a La Boulangerie tem sido essencial para escoar uma parte da produção desses agricultores e agroextrativistas, destaca Ana Paula Jacques, curadora do projeto. Ela ainda destaca que os três itens que passam a integrar o cardápio da La Boulangerie foram testados, aprovados e possuem forte apelo comercial, dessa forma, Guillaume e Ana Paula acreditam no sucesso das vendas e têm expectativa de fazerem novos pedidos aos fornecedores. Acreditamos que o isolamento social não deve nos afastar dos sabores e saberes do Cerrado, conclui Ana Paula Jacques.

Pensando nisso, o Cerrado no Prato também convidou os chefs do projeto a criarem receitas práticas e fáceis com os produtos do Cerrado. Com isso, vem disponibilizando receitas diariamente no seu perfil do Instagram. Já tivemos pão de jatobá da chef Ieda de Matos da Casa de Ieda (SP), pesto Cerratense do chef Gil Guimaraes (DF), cookie de babaçu da chef-confeiteira Paty Moryta do Grupo Mocotó (SP), confit de cajuzinho do chef Simon Lau (DF), entre outros. A ideia do Cerrado no Prato é incentivar a aquisição desses produtos diretamente da cooperativa Central do Cerrado que representa 35 organizações comunitárias de todo o bioma e impacta mais de 5 mil famílias. A sede da Central do Cerrado está localizada em Sobradinho (DF), mas a cooperativa também tem um boxe no Mercado Municipal de Pinheiros (SP) e distribui para todo país e até para o exterior.

Essa semana será lançada ainda outra iniciativa em parceria com o Grupo Baco do chef Gil Guimarães.

Acompanhe e aguarde!

Serviço
La Boulangerie
Telefone: (61) 3244-1394
Vendas: nas lojas da 306 Sul e 212 Norte ou delivery
@laboulangerie_lapetite
Tartelete de cajuzinho-do-Cerrado de Vão das Almas (GO)
100% das vendas destinadas oara a família do Calisto e Fiota
R$10,50
*ja à venda, disponível enquanto durar o estoque.

Cookie de baru, mesocarpo de baru, chocolate branco e meio-amargo
25% das vendas revertida para o projeto Cerrado no Prato doar a agricultores familiares e agroextrativistas
R$4,50
*venda a partir de quarta-feira (8/4, disponível enquanto durar o estoque

Pão com pimenta-de-macaco e linguiça da Graumans
25% das vendas revertida para o projeto Cerrado no Prato doar a agricultores familiares e agroextrativistas
R$8,50
*venda a partir de quarta-feira (8/4, disponível enquanto durar o estoque

Cerrado no Prato
Coletivo de chefs e pesquisadores que promove a valorização e uso sustentável dos produtos da sociobiodiversidade do Cerrado na gastronomia e no turismo.
www.cerradonoprato.com
@cerradonoprato

Central do Cerrado
Cooperativa que representa 35 organizações comunitárias do Cerrado e atua como uma ponte entre agroextrativistas e consumidores.
Televendas: (61) 3327-8489 ou 98262-0001
www.centraldocerrado.org.br

Cidade
Data
Adultos
Crianças
Bebês

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!