12.07.2018

JAQUES MORELENBAUM e o CELLOSAM3ATRIO

Jaques Morelenbaum 5 Foto RobertoCifarelli 1024x683 JAQUES MORELENBAUM e o CELLOSAM3ATRIO

Participações de Lula Galvão – violão e Rafael Barata – Bateria

Em meio aos inúmeros estilos musicais desenvolvidos no Brasil, o Samba é aquele que melhor representa a vasta diversidade cultural deste país. A perfeita mistura entre influências Africanas, Européias e nativas Brasileiras, resultaram nesse ritmo e onda musical cheios de charme, sensualidade, graça melódica e sofisticação harmônica, os quais servem aos amantes da música tanto para os deleites da dança quanto para a degustação estética e aprofundamento espiritual.

A partir de Heitor Villa Lobos, o cello tornou-se um dos ícones musicais do Brasil. Seu doce e romântico timbre, a incrível semelhança de seu som com a voz humana, sua natural flexibilidade entre articulações gingadas e pura poesia, fizeram este instrumento, originalmente europeu, assumir uma identidade muito Brasileira. O violoncelo tem sido amado e utilizado como um meio de expressão bastante particular (e peculiar) por grandes compositores Brasileiros, como Antonio Carlos Jobim, Egberto Gismonti, Caetano Veloso e Gilberto Gil, entre tantos outros.

Combinando todos esses elementos, o violoncelista, compositor, arranjador, maestro e produtor Brasileiro Jaques Morelenbaum vem trazer uma visão panorâmica do samba, desde suas raízes até os dias de hoje, interpretando composições de Dorival Caymmi, Jacob do Bandolim, Antonio Carlos Jobim, Newton Mendonça, Carlos Lyra, João Gilberto, Caetano Veloso, Gilberto Gil, João Donato, Egberto Gismonti, assim como trabalhos de uma nova geração de compositores, como Luisão Paiva e Lula Galvão, além de suas composições originais.

Jaques Morelenbaum, com seu CelloSam3aTrio, traz ao samba um sabor intimista de música de câmara, abrilhantado por dois imensos talentos do Brasil: o violonista Lula Galvão e o baterista Rafael Barata.

Jaques Morelenbaum é carioca, nascido em 1954 e em quarenta e dois anos de carreira musical tem colaborado com grandes expoentes da música Brasileira e internacional, seja em concertos, produções fonográficas e cinnematográficas.

Atuou por dez anos na Nova Banda de Antonio Carlos Jobim, excursionou por todo o mundo durante cinco anos tocando com Egberto Gismonti, foi diretor musical, arranjador e violoncelista de Caetano Veloso por quatorze anos, tem colaborado desde os anos noventa com Ryuichi Sakamoto, já atuou e gravou com Sting, Cesária Évora, Mariza, Milton Nascimento, Henri Salvador, David Byrne, Omar Sosa, Bill Frisell, Hubert Laws, Kenny Barron, João Donato, Julieta Venegas, John Scofield, entre tantos outros.

De 2009 a 2014 colaborou com Gilberto Gil em seu projeto Concerto de Cordas e Máquinas de Ritmo. Lançou em 2014 o novo álbum do CELLOSAM3ATRIO: “Saudade do Futuro Futuro da Saudade” – Biscoito Fino/Mirante Discos

As apresentações acontecem nos dias 12 e 13 de Julho de 2018 – quinta e sexta-feira a partir das 21:00 horas. Ingressos: R$ 20,00 (meia) e R$ 40,00 (inteira) – Ingressos promocionais na quinta-feira a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).  

Informações: Tel.: 3224.0599. Ingressos: Clube do Choro de Brasília – SDC BLOCO “G” – Funcionamento da bilheteria: 18:00 horas as 21:30 horas, ou através do site: www.clubedochoro.com.br

O Clube do Choro de Brasília fica entre a Torre de TV, o Centro de Convenções e o Planetário.

Produção: Marco Guedes (0xx-61-3225-1199 / 0xx-61-97400-6350).

Contato artista: Oxx-21- 98121-8504

Não recomendado para menores de 14 anos

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!