EnglishJapanesePortugueseSpanish

Companhias do Distrito Federal oferecem oficinas teatrais dentro do projeto Plataforma Cena


Fotos Oficina Teatro de Sombras Cia Lumiato Foto Thiago Bresani10 Companhias do Distrito Federal oferecem oficinas teatrais dentro do projeto Plataforma Cena

O projeto Plataforma Cena retoma as atividades da 23ª edição do Projeto Palco Giratório com oficinas realizadas por dois coletivos artísticos do Distrito Federal: a Cia Lumiato e a Cia Nós No Bambu, que se apresentam via plataformas virtuais entre os dias 26 e 30 de julho. O projeto é realizado pelo Departamento Nacional do Sesc e surgiu como forma apoiar os artistas que foram selecionados para o circuito nacional do Palco Giratório no ano de 2020 e não puderam realizar a circulação por conta da pandemia.

As inscrições para as oficinas da Cia. Nós no Bambu (DF) e Cia Lumiato (DF) serão de 16 a 20 de julho pelo link de formulário https://bit.ly/3jvhXqAoficinas. Na programação, serão apresentados, exclusivamente em formato remoto, processos de desmontagens cênicas, refletindo o processo de construção dos espetáculos; oficinas; debates; além da divulgação de ensaios escritos por esses artistas tratando de aspectos de suas produções criativas.

Na estrada com a Cia Lumiato desde 2008, os artistas Soledad Garcia e Thiago Bressani já estão em ritmo acelerado de preparação do material que será transmitido nas oficinas. Especializados em teatro de sombras, que é realizado com efeitos ópticos por meio da intervenção da luz, eles contam que a oficina os estimulou a pensar novos caminhos para o trabalho que estava sendo feito antes da pandemia. “Trabalharemos justamente uma forma de pensar uma construção da dramaturgia de sombras para o audiovisual, que é a possibilidade que temos agora, tanto que chamamos a oficina de “Práticas Possíveis”. A gente teve que adaptar esse trabalho e compartilhar nossas práticas. O maior desafio é gerar essa conexão com as pessoas e retomar o processo criativo do espetáculo que não é trabalhado desde 2019. Está sendo um processo muito interno de revisitar essa memória do processo criativo”, conta Soledad Garcia.

No total, esta primeira edição do Projeto Plataforma Cena divulgará uma agenda de atividades com 17 coletivos artísticos, representantes de todas as regiões brasileiras, selecionados para o Projeto Palco Giratório 2020. O cronograma completo dos grupos de outras regiões será compartilhado posteriormente.

Plataforma Cena – edição DF

Período de inscrições: 16 a 20/7

Inscrições gratuitas pelo site https://bit.ly/3jvhXqAoficinas

Oficinas:  26 a 30/07 – Aulas online

Aula Magna: Dramaturgia, Design e Corpo – Experiências da Cia Nós No Bambu  com Poema Mühlenberg

Serviço: 26/07, de 15h às 16h

Duração: 1h

A companhia brasiliense Nós No Bambu tornou-se referência internacional ao criar espetáculos baseados na relação entre corpos e formas de bambu. Sua poética une circo, dança, teatro e design. Esta aula é um compartilhamento dos elementos componentes dessa trajetória, com suas descobertas, erros e acertos.

Mini Bio -Poema Mühlenberg, multiartista  brasileira, atua como circense, produtora, designer, diretora, coreógrafa e artesã bambuzeira.  Cofundadora da Cia Nós No Bambu,  há 18 anos  pesquisa o movimento expressivo com instrumentos acrobáticos artesanais de bambu. Colabora com artistas do Brasil, Espanha, Equador e Canadá.

Quantidade de participantes: sem limitações.

Público alvo: Artistas profissionais e amadores das diversas linguagens da cena e demais interessados.

Faixa etária: a partir de 16 anos

Oficina: Lab Bambu – Jogo das Formas em Cena  com Poema Mühlenberg

Serviço: 27 e 29/07, de 15h às 17h30

Duração: 5h

No jogo das formas, as/os participantes  criarão objetos/ cenografias efêmeros, de complexidade baixa e com materiais de fácil acesso. Explorarão interações corporais, improvisação e composição de cenas. O Lab é uma vivência condensada do processo criativo da Cia Nós No Bambu, compartilhamento de técnicas, saberes e sensibilidades.

Quantidade de participantes: 20 pessoas

Público alvo: Artistas das diversas linguagens da cena e pessoas interessadas na exploração das formas e do movimento.

Faixa etária: a partir de 16 anos

Materiais Necessários

4 palitos de churrasco ou 4 lápis do mesmo tamanho ou 4 gravetos retilíneos

fita crepe estreita ou fita durex estreita ou fita isolante estreita

3 ou 4 pedaços de bambu de aproximadamente 1,5m de comprimento ou 3 ou 4 galhos de árvore (aprox. 1,5m) ou 3 ou 4 cabos de vassoura

barbante ou tira de câmara de pneu ou corda fina

tesoura

Mini Bio – Poema Mühlenberg, multiartista  brasileira, atua como circense, produtora, designer, diretora, coreógrafa e artesã bambuzeira.  Cofundadora da Cia Nós No Bambu,  há 18 anos  pesquisa a Arte Corpo Bambu – movimento expressivo com instrumentos acrobáticos artesanais de bambu.

Oficina: Pequenas Partilhas de Criação  com Edson Beserra

Serviço: 29 e 30/07, de 15h às 17h

Duração: 4h

Sinopse : Oficina de dramaturgia instantânea e composição em tempo real em dança. Por meio de proposições os participantes serão convidados ao exercício da criação fazendo o uso de objetos como aporte motivador, ressignificando seus espaços de convivência como espaços de criação.

Quantidade de participantes: Até 30 pessoas.

Público alvo: Artistas das diversas linguagens da cena.

Faixa etária: a partir de 16 anos

Metodologia (contemplando o conteúdo e o formato utilizado)

Por meio de metodologia participativa os participantes irão mergulhar na construção de pequenas dramaturgias, fazendo o uso de técnicas de composição em tempo real, mediadas pelo ministrante.

Os participantes serão convidados por meio de proposições à elaboração de cenas curtas. Após cada proposição será gerado espaço de compartilhamento, e troca por meio de bate-papo entre ministrante e participantes.

As produções poderão ser textos, cenas, coreografias e performances de até 5 min de exibição, tempo acordado entre envolvidos.

Cada aula será composta por abertura (fala do ministrante), entre 3 e 4 proposições e bate-papo ao final.

O compartilhamento se dará por meio de grupo de Whatsapp a ser criado especificamente, e o bate-papo na sala virtual.

Mini Bio – Edson Beserra ( Diretor e coreógrafo), mestrando em dança pelo PRODAN-UFBA, multiartista e profissional da dança e candomblecista. Pesquisa as transdisciplinaridades das diversas manifestações das Artes Cênicas, com ênfase em Dança tendo a memória como fio condutor na construção de dramaturgias. Como bailarino atuou em algumas das principais companhias de dança do país, como Grupo Corpo Cia de Dança, Cia de Dança Deborah Colker e Quasar Cia de Dança.

Oficina: Acenda essa Ideia com Emmanuel Queiroz

Serviço: 27, 28 e 29/07, de 14h às 14h30 e 30/07, as 20h.

Duração: 2h

Mini Release- Na minha experiência como Iluminador Cênico e Coordenador técnico, percebo que há uma linguagem própria nas montagens dos espetáculos. Com essa ótica, proponho uma oficina que disseque os passos para uma iluminação cênica do início até sua execução e adaptação para diferentes espaços, usando o espetáculo “ O Vazio É Cheio de Coisa˝ como elemento de observação. Direcionando este olhar para artistas, produtores e gestores de espaço.

Quantidade de participantes: não há limite.

Público alvo: Artistas, produtores e gestores de espaço.

Faixa etária: a partir de 16 anos

Mini Bio – Profissional especializado em atividades de apoio, produção e operação de elementos do espetáculo com mais de 10 anos de experiência. Hoje, é uma referência no mercado concebendo iluminações para nomes como Hugo Rodas, Adriano e Fernando Guimarães, Fernando Villar, Arnaldo Bartista, Roberto Menescal, Mutantes, entre outros.  Realizou diversos trabalhos de coordenação e produção técnica para eventos como MID Mostra internacional de dança, Satélite 61, mostra de Arte Sensorial e Inclusiva, 1º Festival Internacional de Arte e Tecnologia: Reengenharia dos sentidos”.

Oficina Cia. Lumiato – Práticas Possíveis – Criação em teatro de sombras contemporâneo

Serviço: 26 a 30 de julho de 18h às 20h

Duração:  10h

Práticas possíveis é uma oficina que desenvolve uma metodologia específica para este tempo de pandemia. Os participantes trazem uma ideia inicial e colocam em prática os conteúdos necessários para construir pequenas cenas com teatro de sombras contemporâneo.

A oficina está destinada a estudantes universitários, bonequeiros(as), atores, atrizes, artistas visuais, professores(as) e demais profissionais interessados(as) em formato de residência artística, focando na criação/direção de números para ambiente virtual.

Quantidade máxima: 15 pessoas.

Metodologia (contemplando o conteúdo e o formato utilizado)

A oficina parte das práticas possíveis no espaço virtual para a construção de pequenas cenas com teatro de sombras contemporâneo. Os conteúdos teóricos e as referências poéticas serão apresentadas para os participantes como ponta pé para pensar suas próprias práticas. Os exercícios e o desenvolvimento de material cênico, possibilitará pôr em pratica as ideias e mundos simbólicos idealizados pelos participantes.

Ministrantes da oficina

Thiago Bresani, Ator/Sombrista e Arte Educador. Diplomado em teatro de Títeres e Objetos pela Universidade de San Martin na Argentina, fundador e Sombrista da Cia Lumiato Teatro de Formas Animadas (2008) que atualmente pesquisa o teatro de sombras contemporâneo no Brasil. Desde 2005 trabalha com teatro de formas animadas, participando de vários espetáculos no Brasil e na Argentina. Com os espetáculos da Cia Lumiato já ganharam prêmios dentro e fora do país, viajando e participando de mais de trinta festivais de teatro, tendo reconhecimento com compromisso com a pesquisa e dedicação à linguagem do teatro de sombras moderno.

Soledad Garcia. Atriz, artista plástica e Diplomada em Teatro de Títeres e Objetos pela Universidade de San Martin na Argentina, fundadora e Sombrista da Cia Lumiato Teatro de Formas Animadas (2008). De nacionalidade Argentina, está no Brasil há nove anos, desde então pesquisa a linguagem do Teatro de Sombras Contemporâneo, dirigindo e atuando em distintos espetáculos. Atualmente elabora os projetos da companhia, atua, cria figuras e cenários dos espetáculos, realiza workshop, assessora outras companhias, assim como colabora na coordenação da companhia.

– Soledad Garcia  -Atriz, artista plástica e diplomada em Teatro de Títeres e objetos pela Universidade de San Martin na Argentina, fundadora e Sombrista da Cia. Lumiato Teatro de Formas Animadas (2008).

– Thiago Bresani  -Diplomado em Teatro de Títeres e objetos pela Universidade de San Martin na Argentina, é fundador e Sombrista da Cia Lumiato Teatro de Formas Animadas (2008), que atualmente pesquisa o teatro de sombras contemporâneo no Brasil.

Breve histórico da Cia.

A companhia Lumiato fundada no ano de 2008, em Buenos Aires, é a primeira em pesquisar, explorar e difundir o Teatro de Sombras no centro-oeste do Brasil.

Criada por Thiago Bresani e Soledad Garcia durante sua formação como bonequeiros na Universidade de San Martin, na Argentina, a companhia estudou várias linguagens do teatro de formas animadas, produzindo espetáculos, oficinas e apresentando em festivais da América Latina.

Desde 2012, se dedicam exclusivamente à pesquisa e produção de espetáculos de teatro de sombras contemporâneo, aprimorando a técnica e a estética, encantando o olhar de crianças e adultos através de esse universo fantástico.

O grupo desenvolve projetos de caráter regional e nacional, tendo como objetivo fundamental a transmissão de conhecimentos e a ampliação dos focos de pesquisa em Teatro de Sombras Contemporâneo no Brasil.

Fonte: SESC DF

Foto : Thiago Bresani10

Por: visitebrasilia
Data: 19/07/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!