EnglishJapanesePortugueseSpanish

Confiança do Empresário do DF apresenta alta pela terceira vez consecutiva e atinge maior patamar em um ano


%name Confiança do Empresário do DF apresenta alta pela terceira vez consecutiva e atinge maior patamar em um ano

O Dia do Comerciante pode ser celebrado nesta sexta-feira (16) com uma boa notícia na capital do País. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio do Distrito Federal (Icec-DF) registrou alta pela terceira vez consecutiva em julho e atingiu o maior patamar em um ano. O indicador chegou à marca de 110,4 pontos neste mês. Antes disso, foi a 96,7 em abril. O crescimento nesse período foi de 14,1%. Em comparação com julho de 2020, quando o índice era de 69,8, o aumento foi de 58,1%. Atualmente, o Icec-DF encontra-se na zona de satisfação.

Os dados são da pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que registrou crescimento pela segunda vez consecutiva no índice nacional em julho. O indicador seguiu ascendendo em um ritmo forte, com avanço de 11,7% em relação ao mês anterior, chegou a 107,8 pontos e voltou para a zona de satisfação, o que não acontecia desde março deste ano. Em comparação com julho de 2020, o crescimento foi de 55,6%.

O resultado da pesquisa renova a tendência otimista verificada em meados do primeiro semestre. Segundo o presidente da Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, a percepção de melhoria entre os empresários se dá com o avanço da vacinação no DF, as medidas do pacote econômico lançado pelo GDF, o Pró-Economia, e a flexibilização dos horários de funcionamento do comércio. “As condições estão cada vez mais favoráveis e nossa expectativa é que o segundo semestre seja de retomada da economia”, avalia Freire.

Com os fortes avanços nos últimos meses, o Icec-DF ultrapassou o nível de satisfação alcançado no fim do ano passado – 104,7 em novembro de 2020. “As perspectivas nesse período de 2020 eram boas por conta da esperança com as vendas de fim de ano”, ressalta Antonio Everton, economista da CNC responsável pela pesquisa.

Segundo ele, fatores como a disponibilização da terceira versão da linha de crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) também podem ter contribuído para a melhora da percepção dos empresários neste mês.

ASCOM – FECOMÉRCIO/DF

Fotos: Francisco Cristiano Costa

Por: visitebrasilia
Data: 10/07/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!