EnglishJapanesePortugueseSpanish

Contadores transformam o Complexo Cultural Samambaia num mar de histórias

Por:
Data: 02.02.2021

%name Contadores transformam o Complexo Cultural Samambaia num mar de histórias

Era uma vez um ancião muito triste que acreditava que todas as histórias do mundo já tinham sido contadas. Sem esperança, ele saía pelas ruas a pregar que todas as narrativas estavam mortas. Certa vez, uma garotinha que observava aquele triste senhor correu para a mãe e passou a contar a trajetória daquele homem desiludido. O pobre velho sorriu e, num passe de mágica, transformou-se num menino, que correu para bem pertinho daquela pequena contadora e sorriu como nunca tinha feito. Dizem que ele envelheceu de novo. Agora, como um encantador de palavras.

“As histórias não têm fim”. Essa é máxima que movem o 1° Festival Horizonte de Histórias, que ocorre de 6 a 21 de fevereiro no Canal YouTube/Instituto Cidade Céu. Nos sábados e domingos, contadores e contadoras de histórias do Distrito Federal movimentam 24 narrativas que estão sendo gravadas no Teatro Verônica Moreno, do Complexo Cultural Samambaia, equipamento gestado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec).

“Neste período de pandemia, em que o Complexo Cultural Samambaia (CCS) segue fechado ao público, consideramos fundamental apoiar os artistas que buscam o espaço físico para realizar as gravações. É gratificante contribuirmos para que a cultura se desenvolva num momento ainda delicado para o setor cultural”, observa Suellen Rodrigues, gerente do equipamento cultural.

As gravações no CCS seguem atendendo aos protocolos de segurança e de higiene no combate à Covid-19. “Esse apoio é fundamental porque o Complexo Cultural Samambaia tem um teatro, com luz e som, o que garante qualidade para as gravações”, destaca Miriam Rocha, contadora e produtora do evento.

PARA TODAS AS IDADES

todas da idades Contadores transformam o Complexo Cultural Samambaia num mar de histórias

Com produção do Instituto Cidade Céu (ICC) e Grupo Paepalanthus, o 1° Festival Horizonte de Histórias aposta no poder da imaginação para atrair público de todas as idades. Escritora e contadora, Rose Costa não tem dúvidas de que as fábulas são chaves que libertam as pessoas deste tempo de solidão e tristezas.

“Contamos narrativas que se conectam com as raízes, as memórias de infância, mexemos no lúdico e estimulamos a imaginação. Basta começarmos a contar uma história para termos adultos e crianças de olhos brilhantes acompanhando a viagem de cada palavra”, conta a autora das histórias “Quanto Vale o Seu Sorriso?” e “Tô Fraca, Tô Fraca”, ambas na programação do festival online.

O Festival Horizonte de Histórias vai reunir diversas gerações de contadores e contadoras de histórias do DF. Com forte veia cômica, Simone Carneiro aponta que cada “contador” tem seu estilo, mas, em comum, todos têm um profundo amor pela arte da narração e um compromisso com o sensível.

“Em tempos de escuta limitada e sorrisos esquecidos, quase tudo pode nos separar. Contar histórias é criar pontes que podem nos aproximar”, acredita, destacando o repertório eclético da programação de dramas a comédias (“Happy-Hour com Histórias”), e uma sessão especial para crianças, batizada de “Domingo Encantado”.

Festival Horizonte de Histórias
Gratuito e transmitido pelo Canal YouTube/Instituto Cidade Céu

Mais informações: institutocidadeceu@gmail.com

PROGRAMAÇÃO

HAPPY- HOUR COM HISTÓRIAS
Sempre aos sábados, às 19h

06/02
“O Baú de Histórias” (com Grupo Paepalanthus);
“Eu Não Sou Uma Mulher?” (com Gleide Firmino);
“Zabelinha” (com Ana Solino);
“O Caso do Espelho” (com Léo Carvalho).

13/02
“O Melhor Contador de Histórias” (com Simone Carneiro);
“A Força de uma Tartaruga” (com Hozana Costa);
“O Boiada de Cachorros” (com Ângela Café);
“Natividade” (com Míriam Rocha).

20/02
“Os Três Olhares” (com Rose Costa);
“De Morte” (com Iclélia Maranhão);

“O jardim Mágico” (com Míriam Rocha);
“Strega Nona” (com Aldanei Menegaz).

DOMINGO ENCANTADO

Sempre, às 10h

07/02
“A Casa do Coelho” (com Grupo Paepalanthus);
“O Tangolamango dos Contos de Fadas (com Hozana Costa);
“A Sopa de Pedra” (com Queila Branco);
“Quanto Cale o seu Sorriso?” (com Rose Costa).

14/02
“A Velha e o Gato (com Iclélia Maranhão);
“A Senhorinha” (com Jorge Marinho);
“Fofoca Reversa” (com Nyedja Gennari);
“O Coelho, a Baleia e o Elefante (com Léo Carvalho).

21/02
“Tô Fraca… Tô Fraca” (Rose Costa);
“O Jabuti e a Fruta Amarela (com Míriam Rocha, Gleide Firmino, Márcia Costa);
“O Lobo e os Sete Cabritinhos (Com Simone Carneiro);
“A História da Coca (com Aldanei Menegaz).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Fotos: Divulgação


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!