EnglishJapanesePortugueseSpanish
19.07.2020

Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DF

%name Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DF

Websérie Poéticas Populares e novo clipe da cantora brasiliense Dessa Ferreira abordam a ancestralidade feminina negra

Reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o “Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha”, 25 de julho não é apenas uma data de celebração, mas uma oportunidade para a reflexão e o fortalecimento da luta por igualdade, representatividade e afirmação de direitos. No âmbito da cultura, a data é mais um motivo para enaltecer e difundir música e poesia criadas e interpretadas por essas mulheres. Pensando nisso, projetos idealizados e apoiados pelo Instituto Rosa dos Ventos, organização capitaneada por Stéffanie Oliveira, abordam a temática por meio da arte.

Música e Poesia

O projeto Poéticas Populares, websérie que reúne, por meio de música e poesia, dezenas de artistas independentes, em 16 episódios inéditos e inovadores, terá uma semana inteira dedicada a homenagear mulheres negras, latinas e caribenhas. Nas próximas segunda (20/07), quarta (22/07) e sexta (24/07) poetas, atrizes e cantoras negras ocupam os palcos virtuais do projeto. Canções e poemas propõe a celebração da ancestralidade, exaltando expressões culturais de matrizes indígenas e africanas.

Não por acaso, as convidadas para compor toda a websérie principalmente essa homenagem fazem parte da construção da cultura e da identidade candanga. Além do protagonismo e da visibilidade, a série propõe um grande desafio: misturar gerações, ritmos e cidades. Compõem esse caldeirão cultural nomes como o de Fernanda Jacob, atriz e musicista, de Thábata Lorena, rapper e compositora, de Kika Ribeiro, sambista e compositora e o de Lazir Sinval, descendente da Alta Majestade dos fundadores do GRES. Império Serrano, Rio de Janeiro.

%name Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DF

“O Poéticas Populares teve a iniciativa de convidar artistas pretas, mulheres, para que a gente possa ter voz e visibilidade. Esse é um dia que, mais que comemorar, temos que saudar e revisitar a história de mulheres pretas que vieram antes e fizeram um trabalho intelectual e de resistência para que, hoje, eu, com 30 anos, mulher preta e artista tivesse voz e pudesse estar executando trabalhos como esse, que colocam a mulher preta como protagonista”, ressalta Fernanda Jacob.

Para a sambista Lazir Sinval, promover projetos que enalteçam as mulheres é uma forma de resistência e sobrevivência.

“É fundamental exaltar a força das mulheres! Durante toda a nossa história e trajetória, eram ‘Elas’ que organizavam tudo, uma luta cheia de sabedoria. Recebiam a todos, cuidavam de todos. Grandes matriarcas, guerreiras da nossa cultura, da nossa vida”, destaca.

O Poéticas Populares acontece até 29 de julho e integra o calendário oficial do Circuito Candango de Culturas Populares, amplo projeto realizado pelo Instituto Rosa dos Ventos e fomentado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF.

“Pulso”

Com apoio do Instituto, a cantora e percussionista brasiliense, residente em Porto Alegre, Dessa Ferreira, lança, em 25 de julho, o videoclipe “Pulso”, uma das faixas que integram seu primeiro trabalho solo, em fase de produção, e com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2020.

Segundo a cantora, a música nasce em meio a tentativas frustrantes de buscar informações sobre as origens de sua família. Filha de piauienses, nascida no Distrito Federal, Dessa Ferreira, encontra na cultura e nas artes, de forma geral, possibilidades de reconstrução do seu passado e de conexão com a sua ancestralidade indígena e africana.

“Pulso fala sobre a potência do aquilombamento de mulheres negras que, por meio do espelhamento se nutrem, se enxergam e, juntas, buscam formas de se fortalecer e construir novas possibilidades de futuro em conexão com a ancestralidade. O clipe nos provoca a pensar o quanto essas histórias estão permeadas entre diversas mulheres negras que partilham de vivências semelhantes, de apagamentos e de redescobertas”, comenta Dessa Ferreira.

Serviço

Websérie Poéticas Populares 

Datas das homenagens:  segunda (20/07), quarta (22/07) e sexta (24/07)

Horário: 18h

Local: https://www.youtube.com/channel/UCtgy4kbKo1XbMfMgi-dQyWQ

Lançamento do clipe “PULSO”:

Data: 25 de julho (sábado)

Horário: às 12h (Live às 22h pelas redes sociais da artista e canal do youtube.)

Disponível em: Instagram e Facebook – @dessaferreiraoficial / Youtube: dessaferreira

Fonte: La Pauta

Fotos:

  • Dessa Ferreira_Foto André Luis
  • Fernanda Jacob_ credito Jemima Tavares
  • Kika-Ribeiro-Foto_Paula Emilyn
  • Lazir Sinval – Foto Spectaculu (2)
  • Thabata Lorena _Foto_Divulgação

Lazir Sinval Foto Spectaculu 2 150x150 Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DF%name Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DFFernanda Jacob credito Jemima Tavares 150x150 Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DFDessa Ferreira Foto André Luis 150x150 Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DFThabata Lorena Foto Divulgação 150x150 Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha é celebrado pela cultura popular do DF

Cidade
Data
Adultos
Crianças
Bebês

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!