EnglishJapanesePortugueseSpanish
17.06.2020

Dois médias metragens produzidos colaborativamente com gravações de celulares dentro de casa retratam a pandemia no Brasil

%name Dois médias metragens produzidos colaborativamente com gravações de celulares dentro de casa retratam a pandemia no Brasil

Projeto foi conduzido no âmbito da disciplina Projeto Integrador – Direção no curso de Cinema do Centro Universitário IESB

Em meio à pandemia, estudantes de cinema se viram obrigados a inovar e produzir conteúdos respeitando as regras de isolamento social. Dessa forma, com a finalidade de celebrar o Dia do Cinema Brasileiro, comemorado em 19 de junho, duas turmas do curso de Cinema do Centro Universitário IESB lançará nesta sexta dois médias metragens formados por fragmentos filmados e produzidos por smartphones, em locações adaptadas dentro das casas dos alunos.

O conteúdo foi produzido no âmbito da disciplina Projeto Integrador – Direção. A inspiração foi o roteiro apocalíptico imposto pelo novo coronavírus, em 2020. “Com a quarentena e a impossibilidade de produção convencional, pensamos em exercitar a criatividade e novas formas de expressão com os recursos possíveis. Assim criamos um conjunto de regras que deveriam ser respeitados por todos e, por isso, essa ideia do dogma”, define o professor Érico Monnerat, responsável pela disciplina. Dogma também é uma referência ao movimento dinamarquês Dogma95, que trazia regras rígidas de produção com o objetivo de estimular a criatividade com o mínimo de recursos.

As duas produções tiveram como principais regras a necessidade do uso do celular na produção e captação de imagens em ambiente interno. Desenhadas como um projeto coletivo durante as aulas remotas, as cenas foram construídas individualmente. Cada aluno então fez o roteiro, fotografia, direção e montagem de sua cena e depois editadas. “Com a orientação do professor, fomos organizando estas cenas e ordenando para a produção desses dois filmes coletivos”, explica.

%name Dois médias metragens produzidos colaborativamente com gravações de celulares dentro de casa retratam a pandemia no Brasil

Ao longo de 8 semanas, o projeto se construiu com recursos remotos. Primeiro, foram feitos os roteiros, depois o material gravado e, por fim, a edição e a definição da ordem em que as cenas seriam colocadas na montagem final. O resultado são dois filmes que vão além da disciplina e esperam ser um registro do nosso tempo.

Dogma do Isolamento

Sinopse: Como você lida com a solidão? Vontade de dançar madrugada adentro, esperar por um amor que não chega, tentar ficar bonito ou rir pra si mesmo, uma mulher trans surda presa pelos pais ou a violência das notícias na TV, e como isso se reflete dentro de cada pessoa. Os alunos do segundo semestre noturno do curso de cinema do IESB lançaram um olhar sensível e apresentam 14 histórias de personagens vivendo a situação limite do isolamento.

Duração: 50 minutos

Janela adentro

Sinopse: Somos convidados a entrar pela janela de 16 personagens e conhecer na intimidade histórias que trazem esperança e dor no isolamento da pandemia. Entre a ficção e o documentário vemos um casal que tenta se reconciliar enquanto canta, uma avó que mata a saudade pelo whatsapp, uma jovem que completa 18 anos no meio da quarentena, jovens que lidam com o tédio e a solidão mergulhando no mundo da tecnologia, tentam fazer uma maquiagem para um concurso ou têm vontade de andar de bike. Filme coletivo dos alunos do segundo semestre matutino do curso de cinema do IESB.

A aluna Valéria Oliveira, foi uma das diretoras de um dos fragmentos que conta uma das 16 histórias que compõem a obra. “Júlia Faz 18” foi o nome dado por ela para a história que conta a vida de uma jovem que completa a maioridade em plena quarentena e sente as dificuldades da privação social. “Foi desafiador, difícil e limitante. Mas, isso fez com que a minha criatividade fosse ainda mais explorada”, observa a estudante.

Duração: 50 minutos

Estreia no YouTube

Para assistir, basta se inscrever no canal no youtube do Centro Universitário IESB e pedir para ser notificado quando os filmes estrearem (acionar o sininho na plataforma de vídeos). Após suas primeiras exibições, os filmes estarão disponíveis para todos assistirem quando quiserem.

Fonte: Profissionais do Texto

Cidade
Data
Adultos
Crianças
Bebês

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!