EnglishJapanesePortugueseSpanish
07.08.2019

EM APRESENTAÇÃO ESPECIAL DO PROJETO, ROBERTO CORRÊA ABRE A PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE AGOSTO, DO “SARAU CULTURAL NO INTERIOR” EM PLANALTINA

 

roberto corr¬a foto diego bresani 31072018  BRE7577 683x1024 EM APRESENTAÇÃO ESPECIAL DO PROJETO, ROBERTO CORRÊA ABRE A PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE AGOSTO, DO “SARAU CULTURAL NO INTERIOR” EM PLANALTINA

O músico se apresenta dia 16/8, às 20h, no Instituto de Ação Comunitária (IAC) com entrada franca

 O instrumentista, compositor e pesquisador Roberto Corrêa abre a programação de agosto do “Sarau Cultural no Interior”, projeto que movimenta a cena musical de Planaltina, Distrito Federal, até este mês. O músico se apresenta dia 16 de agosto, às 20h, com entrada gratuita, no Instituto de Ação Comunitária (IAC), como parte da programação da edição de 2019 do projeto que totalizará 15 apresentações de artistas e grupos do DF, entre jovens músicos e nomes consagrados.

O repertório da apresentação de Roberto Corrêa no Sarau Cultural no Interior inclui canções autorais como Araponga isprivitada, Extremosa-rosa, Parecença e Baião do pé rachado, ou em parcerias: Nos Gerais (Roberto Corrêa – Néviton Ferreira), No Giro da Folia (Roberto Corrêa – Néviton Ferreira), Éramos eu e meu pai (Roberto Corrêa – Néviton Ferreira) e Cara de Bronze (Roberto Corrêa – Siba).  O show também terá clássicos como Odeon (Ernesto Nazareth) e Trenzinho caipira (Heitor Villa-Lobos), passando por Saudades de Matão (Jorge Galate – Raul Torres – A. Silva), Juriti mineira (Goiá – Zacarias Mourão), Chico Mineiro (Tonico e Francisco Ribeiro) e Chitãozinho e Xororó (Serrinha – Athos Campos).

Sobre Roberto Corrêa

Um dos mais importantes nomes da viola no Brasil, Roberto Corrêa é instrumentista, compositor e pesquisador. Apresentou a viola caipira e a viola de cocho em salas de concerto do Brasil e de 29 países pelo mundo. Em mais de trinta anos de carreira, lançou 19 discos e realizou recitais em importantes espaços internacionais como o Konzerthaus (Viena), Beijing Concert Hall (Pequim) e Haus der Kulturen der Welt (Berlim). Como compositor, Roberto Corrêa vem contribuindo para formação do repertório da viola, especialmente solista. Sua música, vinculada às tradições musicais caipiras, frequentemente é associada também à contemporaneidade e à erudição. É doutor em Musicologia pela ECA/USP. É comendador da Ordem do Mérito Cultural. Mineiro de Campina Verde, vive em Brasília desde 1975.

www.robertocorrea.com.br ; www.facebook.com/robertocorrearc

www.instagram.com/robertocorrearc ; www.youtube.com/user/CanalRobertoCorrea

Sobre o Sarau Cultural no Interior

Com curadoria do regente, professor de Música e violinista Thiago Francis, a segunda edição do projeto traz uma diversidade de estilos musicais, do erudito ao popular, como a catira de Planaltina, frevo, cavaquinho e chorinho. Em 2019 acontecem apresentações de orquestras de câmara, quinteto de sopros, quarteto de cordas, duo de soprano e tenor, duo de harpa e oboé, duo de violoncelos, quinteto de metais, grupos musicais de raiz, MPB, clássicos nacionais e internacionais, música latina e caipira (o violeiro Roberto Corrêa é uma das atrações. O músico se apresenta no dia 16 de agosto), proporcionando o encontro, a união e a simbiose dessas expressões musicais e culturais, com a comunidade local, resgatando parte do patrimônio imaterial nas diversas linguagens musicais de Planaltina, Brasília e do entorno do DF.

O projeto teve início em maio dando início às seis apresentações em instituições públicas de ensino às quartas-feiras. “Estamos muito felizes com a receptividade dos alunos. Acima do esperado.”, observa Thiago Francis. Em junho e julho, as apresentações aconteceram no IAC (às 20h). Em agosto, também às sextas-feiras, duas das três apresentações previstas acontecem na Igreja de São Sebastião, a Igrejinha, construção do Século 19.

“O Sarau Cultural no Interior é um projeto que visa à promoção do acesso à cultura nos seus mais diversos níveis e o intercâmbio entre os artistas. Além de colaborar para a democratização da música, ele desperta, incentiva e resgata o gosto pela música pela comunidade. Através do projeto queremos formar plateia e novos músicos, e oportunizar um espaço aos artistas, valorizando e resgatando seus trabalhos.”, observa Thiago Francis, também curador da edição de estreia do projeto que teve a sua viabilização através do Fundo de Apoio à Cultura (FAC).

“Planaltina é uma cidade carente de iniciativas culturais. O nosso objetivo é democratizar a cultura. As práticas musicais são atividades dinâmicas e colaborativas. Temos que instigar a formação de novos músicos, abrir os olhos e ouvidos para os diversos estilos musicais e precisamos valorizar as nossas raízes. Não podemos deixar que a catira e a música caipira, por exemplo, desapareçam.”, afirma Beatriz Borges Guimarães, autora do projeto e colaboradora do IAC, popularmente conhecida por Casa dos Idosos, entidade criada por Maria Alice e o ex-administrador de Planaltina Salviano Guimarães.

O IAC, espaço que recebe também as apresentações do Sarau Cultural no Interior, foi fundado em 1981 por um grupo de voluntários. A instituição sem fins lucrativos oferece várias atividades, sobretudo nas áreas de cultura, educação, socialização e turismo, aulas de teatro e dança, além de jogos e uma biblioteca aberta à comunidade. O público é composto majoritariamente por maiores de 65 anos, mas as atividades são abertas a todas as idades.

Calendário de agosto do Sarau Cultural no Interior 2019

Às sextas-feiras, às 16h. Música clássica e caipira. As apresentações dos dias 23 e 30 acontecem na Igrejinha.  Já Roberto Corrêa no IAC.

Dia 16 – Roberto Corrêa

Dia 23 – Duo Harpa e Oboé

Dia 30 – Música Barroca

 

 

 

 

Informações: www.iacdf.com.br

 

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!