EnglishJapanesePortugueseSpanish

Espetáculo SEMUTSOC questiona hábitos contemporâneos


divulgacao Espetáculo SEMUTSOC questiona hábitos contemporâneos

Cia de dança afro-contemporânea Corpus Entre Mundos faz apresentação única no SESC Ceilândia

“A gente se acostuma, mas não deveria”. Este trecho do poema “Eu sei, mas não devia”, de Marina Colasanti, representa o conceito do espetáculo SEMUTSOC, da Companhia de Dança Afro-contemporânea Corpus Entre Mundos. Coreografado e dirigido por Lenna Siqueira e Dilo Paulo, a obra contextualiza os ciclos da vida e como a esperança nos motiva a buscar o prazer por viver ao “desautomatizar” nosso cotidiano. A estreia e apresentação única será no sábado, dia 25/09, às 20h, no Teatro SESC Newton Rossi, em Ceilândia. Todos os protocolos de segurança são respeitados, como redução da capacidade de público para distanciamento social, uso de máscaras e álcool em gel.

Semutsoc é a palavra “costumes” ao contrário, e logo pelo título já se observa a necessidade de mudar a perspectiva e se “desacostumar” ao que não nos faz bem. É destacada a vontade de ser e estar verdadeiramente consigo, sem esquecer-se do outro e de como essa conexão é necessária para existirmos. Em cena, é possível observar a felicidade, a importância do coletivo, de estar presente no aqui e agora, e como a esperança é renovadora.

Conheça a Corpus Entre Mundos

A Companhia de Dança Afro-contemporânea Corpus Entre Mundos surgiu em 2013 dentro do circuito acadêmico da Escola e Faculdade Angel Vianna, no Rio de Janeiro (RJ). O bailarino e coreógrafo angolano Dilo Paulo teve a oportunidade de criar um espetáculo de dança para ocupar o Teatro Princesa Isabel, e com isso reuniu vários bailarinos de Angola, Brasil, Suíça e Austrália em uma incrível colaboração. O resultado superou as expectativas e inspirou a posterior criação da Companhia, que já nascia mesclando diversas culturas, danças, idiomas e mundos – daí seu nome “Corpus Entre Mundos”. Atualmente sediada em Brasília-DF, é composta por oito integrantes: Dilo Paulo, Lenna Siqueira, Jakeline Ribeiro, Jô Gomes, Lucas de Andrade, Karina Araújo, Kennedy Anderson e Thaís Calmon. Já se apresentou em teatros do Brasil e de Angola, e tem em seu repertório cinco espetáculos: Entre Mundos, Muhatu, Muxima, Semutsoc e Rareneger. Por compreender a capacidade de transformação da dança, apoia projetos sociais como: The Street Flow, Vidançar e o Ballet de África Os Negros.

Serviço

Espetáculo SEMUTSOC – Cia Corpus Entre Mundos

Quando? 25 de setembro, às 20h

Onde? Teatro SESC Newton Rossi, Ceilândia – QNN 27 Área Especial Lote B

Quanto? R$40,00 inteira | R$20,00 meia (idosos, professores e estudantes) Ingressos: https://chat.whatsapp.com/IHdSXVYwj0h4nogko0Djmg

Mais informações: Lenna Siqueira (61)99508-4819 Site da Cia: https://www.dilolenna.com/corpusentremundo

Ficha Técnica

Direção e coreografia: Dilo Paulo e Lenna Siqueira

Bailarinos: Jakeline Ribeiro, Jô Gomes, Lucas de Andrade, Karina Araújo, Kennedy Anderson e Thaís Calmon

Fonte: Corpus Mundos

 

Nossos Planos

Por: visitebrasilia
Data: 17/09/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!