EnglishJapanesePortugueseSpanish
19.11.2020

Exibição de filmes e microfilmes, painel e debate: programação do Cabíria Festival

ONLINE E GRATUITO, EVENTO AUDIOVISUAL É VOLTADO PARA A REPRESENTATIVIDADE DE MULHERES E AO INCENTIVO À DIVERSIDADE

 

Cabíria Festival – Mulheres e Audiovisual é dedicado à produção realizada por mulheres e pessoas de identidades de gênero diversas para promover maior representatividade e diversidade nas telas e atrás das câmeras. Até dia 29 de novembro, o evento – online e totalmente gratuito – exibe 35 filmes e 22 microfilmes e promove de debates, oficinas, masterclasses e painéis.

Nos destaques da programação de hoje (19), às 11h, terá o primeiro painel: “Por um Audiovisual Possível”, reunindo cinco produtoras fora do eixo Rio-SP, como Filmes de Plástico (MG) e Carnaval Filmes (PE), para debater os arranjos criativos do cinema independente. A atividade será acessível em librasÀs 18h, uma dupla de microfilmes será lançada no site Hysteria e do festival na Mostra Imaginários Possíveis. Às 19h, a Plataforma Cardume apresenta sessões de curta-metragem seguida de debate.

Já às 21h tem programação dupla: na Plataforma Videocamp estreiam três longas-metragens: “Meu Sangue é Vermelho”, “Transamazonia” e “Yãmiyhex – As Mulheres-Espírito” e acontece sessão única do filme “Papicha”, apresentada pelo Telecine e pela Embaixada da França no Brasil, no Youtube do Telecine (https://youtu.be/XNGO3TnDJgo). No dia seguinte, 20, às 11h, o longa-metragem premiado “Papicha será tema da masterclass internacional com a realizadora Mounia Meddour, também no Youtube do Telecine (https://youtu.be/aR6hGESx1HQ). Para participar é só acessar os links.

Mounia Meddour nasceu e foi criada na Argélia, tendo se mudado com a família para a França, aos 18 anos, devido a ameaças de morte que recebeu durante a guerra civil. Ela estudou jornalismo e, depois, voltou-se para o cinema. Em 2011, dirigiu o curta “Edwige” e “Papicha” é seu primeiro longa-metragem. Foi indicado na categoria de melhor direção na Mostra Un certain regard no Festival de Cannes em 2019, e vencedor do Cesar 2020 nas categorias de melhor primeiro filme e atriz revelação para Lyna Khoudri.

Para participar de todas atividades do Cabíria Festival – Mulheres e Audiovisual, basta acessar por meio de cadastro simples as plataformas Videocamp, para títulos de longas e médias-metragens e Cardume, para os curtas, que terão sessões online seguidas de debate. Painéis, mesas e masterclasses terão lives no  Youtube do festival. Para conferir toda a programação é só clicar no site: www.cabiria.com.br

O evento promove um encontro entre audiência, cadeia produtiva e cineastas do Brasil e dos países convidados – Alemanha, Argentina, Canadá, Costa Rica e França – em busca de reflexões, ampliação de redes e impulsionamento de talentos. A partir do tema “Imaginários possíveis, rupturas em processo”, o recorte da curadoria reforça os desejos de compartilhar a diversidade de atuações no audiovisual. A proposta é estimular o rompimento com ciclos históricos de violência e silenciamento de grupos com pouca representatividade no setor – e na sociedade como um todo -, expressando subjetividades e imaginários que se tornam possíveis através das telas. Como uma síntese simbólica do tema, a cineasta homenageada é a Patrícia Ferreira Pará Yxapy, indígena da etnia Mbyá-Guarani, com uma mostra de 11 filmes, incluindo um título no qual é personagem.

O festival é uma expansão do Cabíria Prêmio de Roteiro, que desde 2015 premia histórias escritas e protagonizadas por mulheres. Para esta edição, foram mais de 250 inscrições nas categorias de longa de ficção, argumento infantojuvenil de longa ficção, piloto de série de ficção e documental. As premiadas participarão do Cabíria LAB, entre de 30 de novembro a 5 de dezembroum ambiente de estímulo ao desenvolvimento das histórias através de consultorias.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Programação sujeita à alteração, sem aviso prévio.

DIA 19/11 – Quinta-feira

De 11h às 13h – YouTube Cabíria Festival

PAINEL – Por um Audiovisual possível – *Acessível em Libras.
Tema: Apresentar experiências diversas de produtoras para além do eixo Rio-SP e novos arranjos produtivos do audiovisual independente. Com Cíntia Domit Bittar (Novelo Filmes – SC), Emerson Dindo (Portátil Filmes – BA), Gabriel Martins (Filmes de Plástico – MG), Graciela Guarani (Olhar da Alma filmes – MT) e Nara Aragão (Carnaval Filmes – PE). Mediação: Daiane Rosário

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – Plataforma Cardume

SESSÃO 1 CURTAS – “O direito à própria história e ao próprio corpo”

Estreias: AURORA (Everlane Moraes, experimental, 15′, Cuba/SE, 2018); PERIFERICU (Vita Pereira, Stheffany Fernanda, Nay Mendl, Rosa Caldeira, 20′, ficção, SP, 2019); ProfanAÇÃO (Estela Lapponi, doc, 25′, SP, 2018)

Às 20h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE 1 CURTAS – “O direito à própria história e ao próprio corpo”

Com Estela Lapponi (ProfanAÇÃO), Everlane Moraes (Aurora) e Stheffany Fernanda (PERIFERICU) –Mediação: Sabrina Fidalgo

Às 21h – YouTube TELECINE

Exibição única de PAPICHA, de Mounia Meddour (Ficção, 106 min, 2019, França, Argélia, Bélgica, Catar)

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreias MEU SANGUE É VERMELHO, de Graciela Guarani, Thiago Dezan, Leo Otero, Alexandre Pankararu & Marcelo Vogelaar (doc, 98’, 2020, SP); TRANSAMAZONIA, de Débora Mcdowell, Bea Morbach e Renata Taylor (doc/ficção, 75′, 2019, AM); YÃMIYHEX – AS MULHERES-ESPÍRITO, de Sueli Maxakali e Isael Maxakali (doc, 76′, 2020, MG)

Dia 20/11 – Sexta-feira

De 11h às 13h – YouTube TELECINE

MASTERCLASS com Mounia Meddour – *Painel com tradução consecutiva

Estudo de caso sobre o filme Papicha, indicado na categoria de melhor direção na Mostra Un certain regard (Cannes, 2019), e vencedor do Cesar 2020 nas categorias de melhor primeiro filme e atriz revelação para Lyna Khoudri. Mediação: Helen Beltrame-Linné

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE DE LONGAS 1 – “Luta política e ancestralidade”

Com Éthel Oliveira e Júlia Mariano (SEMENTES, doc, 105’, 2020, RJ) e Graciela Guarani (MEU SANGUE É VERMELHO, doc, 98’, 2020, SP). Mediação: Vanessa Fort

Dia 21/11 – Sábado

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – Plataforma Cardume

SESSÃO 2 DE CURTAS “Territórios e identidades”

Estreias: ATÉ O FIM DO MUNDO (Margarita Rodriguez Weweli-Lukana e Juma Gitirana Tapuya Marruá, doc/experimental, 16′, Brasil/Colômbia, 2019);MINHA HISTÓRIA É OUTRA (Mariana Campos, 22′, doc, RJ, 2019); ÒPÁRÁ DE ÒSÙN: QUANDO TUDO NASCE (Pâmela Peregrino, animação/fic/exp., 4′, BA, 2018)

Às 20h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE CURTAS SESSÃO 2 – “Territórios e identidades”

Com Juma Gitirana Tapuya Marruá (ATÉ O FIM DO MUNDO), Mariana Campos (MINHA HISTÓRIA É OUTRA) e Pâmela Peregrino (ÒPÁRÁ DE ÒSÙN:QUANDO TUDO NASCE). Mediação: Priscila Tapajowara

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia: ATÉ O FIM, de Glenda Nicácio e Ary Rosa (ficção, 93′, 2019, BA). Disponível por 24h.

Dia 22/11 – Domingo

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE DE LONGA 2 “Personagens e histórias de vida”

Com Glenda Nicácio (ATÉ O FIM, ficção, 93′, 2019, BA), Débora Mcdowell, Bea Morbach e Renata Taylor (TRANSAMAZONIA, doc/ficção, 75′, 2019, AM) e Carolina Canguçu (YÃMIYHEX – AS MULHERES-ESPÍRITO, doc, 76′, 2020, MG). Mediação: Helena Vieira

Dia 24/11 – Terça-feira

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

De 19h às 21h – YouTube Cabíria Festival

MESA: Produção Criativa e Internacionalização – *Com tradução consecutiva

A mesa abordará diferentes estratégias da produção criativa, um híbrido entre o olhar executivo e de criação, para o impulsionamento de talentos de projetos a nível global. Com Elisa Tolomelli, Fernanda Lomba e Maya Bastian. Mediação: Kate Lyra.

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia: UM FILME DE VERÃO, de Jo Serfaty (doc, 86′, RJ, 2019) – Disponível por 72h.

Dia 25/11 – Quarta-feira

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

De 19h às 21h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE ESPECIAL CINEASTA HOMENAGEADA

Com Patrícia Ferreira Para Yxapi e Luz Duarte Jachuka Miri. Mediação: Lorenna Montenegro.

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia PORTUÑOL, de Thais Fernandes (doc, 70′, RS, 2020) – Disponível por 48h.

Dia 26/11 – Quinta-Feira

De 10h30m às 13h – YouTube Cabíria Festival

PAINEL – Políticas e iniciativas de ruptura – *Acessível em Libras. *Com tradução consecutiva.

Apresentar diferentes iniciativas afirmativas no setor Audiovisual do Brasil e do mundo. Com Barbara Rohm (Pro-Quote Film, Alemanha), Debora Ivanov (+Mulheres, Brasil), Delphyne Besse (Collectif 50/50 e Unifrance França), Magali Nieva (Acción Mujeres del Cine, Argentina) e Viviane Ferreira (APAN, Brasil). Mediação: Mariana Queen

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – Plataforma Cardume

SESSÃO 3 DE CURTAS – Polifonia de trajetórias.

Estreias: CÉU DA BOCA (Amanda Trindade, animação/ficção/experimental, 7′, RS, 2019); MODELO MORTO, MODELO VIVO (Leona Jhovs e Iuri Bermudes, ficção, 20’, SP, 2020); REBU – A EGOLOMBRA DE UMA SAPATÃO QUASE ARREPENDIDA (Mayara Santana, doc, 22′, PE, 2020)

Às 20h -YouTube Cabíria Festival

DEBATE SESSÃO 3 DE CURTAS – Polifonia de trajetórias.

Com Amanda Trindade (CÉU DA BOCA), Leona Jhovs e Sladká Jerônimo (MODELO MORTO, MODELO VIVO) e Mayara Santana (REBU). Mediação: Julia Katharine

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia NIÑA MAMÁ, de Andrea Testa (doc, 66′, Argentina, 2019) – Disponível por 72h.

Dia 27/11 – Sexta-Feira

De 11h às 13h -YouTube Cabíria Festival

MASTERCLASS Performance, fotografia e cinema: O processo criativo de Nadja Marcin. *Com tradução consecutiva

A masterclass, com a artista e cineasta Nadja Marcin, será um mergulho no seu processo criativo que elabora performance, fotografia e cinema, com base em projetos como a performance “Ophelia”, apresentada no Stadtgalerie Saarbrücken, (Alemanha, 2019), o curta, releitura do clássico, “O Grande Ditador”  (The Great Dictator, 4’35” Boston, 2019), seu longa experimental em processo Pocahontas Returns, entre outras obras.

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às19h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE DE LONGAS 3 “Territórios e subjetividades”

Com Thais Fernandes (PORTUÑOL, doc, 70′, RS, 2020), Jo Serfaty (UM FILME DE VERÃO, doc, 86′, RJ, 2019) e Patrícia Ferreira Pará Yxapy e Sophia Pinheiro (TEKO HAXY – SER IMPERFEITA, Doc/Experimental, 45′, RS, 2011). Mediação: Natara Ney

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia O DESPERTAR DAS FORMIGAS, de Antonella Sudasassi (ficção, 94’, Costa Rica / Espanha, 2019) – Disponível por 48h.

Dia 28/11 – Sábado

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

Às 19h – Plataforma Cardume

SESSÃO 4 DE CURTAS Existir para além de resistir

Estreias: A PARTEIRA (Catarina Doolan, doc, 20′, RN, 2019);NASCENTE (Safira Moreira, experimental, 6′, BA, 2020);RÃ (Julia Zakia; Ana Flávia Cavalcanti, ficção, 16′, SP, 2019);SEREMOS OUVIDAS (Larissa Nepomuceno, doc, 13′, PR, 2020);

Às 20h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE SESSÃO 4 DE CURTAS – Existir para além de resistir. *Acessível em Libras.

Com Catarina Doolan (A PARTEIRA), Safira Moreira (NASCENTE), Julia Zakia (RÃ) e Larissa Nepomuceno (SEREMOS OUVIDAS). Mediação: Danielle Bertolini

Às 21h – Plataforma Videocamp

Estreia UM DIA COM JERUSA, de Viviane Ferreira (ficção, 74′, SP, 2020) – Disponível por 24h.

Dia 29/11 – Domingo

Às 18h – Mostra Imaginários Possíveis na Plataforma Hysteria e site do Festival

De 19h às 20h – YouTube Cabíria Festival

DEBATE DE LONGAS 4 “Narrativas e corpos políticos”. *Com tradução consecutiva

Com Andrea Testa (NIÑA MAMÁ, doc, 66′, Argentina, 2019), Antonella Sudasassi (O DESPERTAR DAS FORMIGAS, ficção, 94’, Costa Rica / Espanha, 2019) e Viviane Ferreira (UM DIA COM JERUSA, ficção, 74′, SP, 2020). Mediação: Thamires Vieira

Às 20h – Encerramento – YouTube Cabíria Festival

Lançamento do ebook “Mulheres nas telas e atrás das câmeras”

PARCERIAS

O Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual conta com diversas parcerias, entre elas: Embaixada da França no Brasil, Goethe Institut, Spcine, Instituto Alana, Videocamp, Projeto Paradiso, Tertúlia Narrativa, Telecine, ETC Filmes, Selo ELAS, Hysteria, Cardume Curtas, Mubi, LATC, Imprensa Mahon, Canal Curta!, Canal Brasil, entre outras.

Sobre o Prêmio Cabíria
Idealizado por Marília Nogueira sob o lema “Por mais mulheres nas telas e atrás das câmeras”, o Prêmio Cabíria foi lançado em 2015. Seu nome resgata uma célebre personagem de Federico Fellini no filme “Noites de Cabíria”, eternizada pela atriz Giulietta Masina. Sua criação colocou em pauta três objetivos principais: estimular roteiristas a criarem histórias com protagonistas mulheres diversas e inspiradoras; converter o prêmio em um selo de qualidade para os projetos premiados; e contribuir para a visibilidade a roteiristas mulheres.

Desde sua criação recebeu 700 roteiros e distribuiu cerca de R$ 40 mil em prêmios. Em 2020, sua 5ª Edição, foram mais de 250 inscrições número que expressa o aumento da presença de mulheres no setor.

O amadurecimento da premiação dá origem ao Cabíria LAB, um espaço de impulsionamento de talentos e contribuição para o desenvolvimento de histórias escritas e protagonizadas por mulheres, além das já tradicionais credenciais para eventos parceiros.

Laranjeiras Filmes
Foco na produção criativa de conteúdos originais e projetos audiovisuais que conciliem excelência estética, impacto social e potencial de comunicação. Com sede no Rio de Janeiro, aberta para o mundo, a produtora, sob as perspectivas de renovação de processos produtivos e no impulsionamento de novas vozes, se organiza em dois núcleos: a Laranjeiras Filmes atende demandas de perfil executivo, consultivo e gerencial de projetos, enquanto o selo Fruto Conteúdo é direcionado para o desenvolvimento criativo e estratégico de conteúdos para todas as mídias e telas. Acredita nos potenciais transformadores da soma de experiências plurais e do trabalho colaborativo para a realização de projetos relevantes, diversos e inspiradores. www.laranjeirasfilmes.com

 

Foto e fonte: Assessoria de Imprensa/Agência Febre

 

Jo Serfaty Um filme de verão 300x169 Exibição de filmes e microfilmes, painel e debate: programação do Cabíria Festival


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!