EnglishJapanesePortugueseSpanish
09.12.2020

Fecomércio-DF e Fibra mobilizam empresários no combate ao coronavírus e lançam selo Estabelecimento Responsável

%name Fecomércio DF e Fibra mobilizam empresários no combate ao coronavírus e lançam selo Estabelecimento Responsável

A partir de agora, os estabelecimentos que cumprirem com todas as medidas de prevenção e higienização referentes ao coronavírus receberão o Selo Estabelecimento Responsável, que visa informar ao consumidor os locais prontos para funcionar com segurança. A campanha é uma iniciativa lançada nesta terça-feira (8), pela Fecomércio-DF, em parceria com a Federação das Indústrias do DF (Fibra), e com apoio de vários empresários e sindicatos. O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, e outros líderes do setor produtivo se reuniram por videoconferência com o vice-governador Paco Britto e anunciaram a novidade.

O decreto emitido pelo Governo do DF que estabeleceu um novo horário de funcionamento para bares e restaurantes completou uma semana nesta terça-feira (8) e foi motivo de preocupação para diversas entidades e empresas do setor produtivo. O vice-governador Paco Britto disse que a iniciativa tem apoio do Governo de Brasília e pediu respeito ao selo. “Eu gostaria de parabenizar essa iniciativa da Fecomércio e de todos os empresários. Nós temos que nos precaver. Não será por maus empresários que os outros vão pagar. É uma conscientização de todos. Vamos dar as mãos para o comércio permanecer aberto de forma segura e que isso ajude a economia”, disse Paco Britto.

De acordo com Francisco Maia, o selo será mais uma medida adotada pelo comércio para proteger clientes e lojistas, além de mostrar que os empresários da cidade estão cumprindo o seu papel. “Temos muito receio que esse problema possa se agravar e não queremos receber a notícia de que o comércio vai fechar. Estamos mostrando para a população que estamos cumprindo com o nosso dever de casa. Assumimos esse propósito com a Secretaria de Saúde para conscientizar a população”, disse. O presidente lembrou que a medida trará mais segurança ao consumidor. “As empresas que aderirem a essa ideia estarão mostrando para o consumidor que estão cumprindo os protocolos de segurança e prevenção ao vírus, e mostrando que o local é seguro”, disse Francisco Maia.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, José Eduardo, também participou da videoconferência e destacou que a Fecomércio tem buscado medidas responsáveis e conscientes para ajudar o Distrito Federal. “É necessário que todos entrem em campo. Os estabelecimentos devidamente avaliados e contemplados com o selo trarão segurança para nossa população”, disse o secretário.

Apoio do setor produtivo

Durante a videoconferência várias entidades manifestaram apoio a campanha. O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar-DF), Jael Antonio da Silva, disse que o selo será mais um aliado para o setor, afim de mostrar que o comércio não é responsável pelo aumento de contaminação na cidade. “Nós não somos os vilões nessa historia de contaminação. E essa iniciativa pode ajudar a mostrar isso”, disse Jael. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista-DF), Edson de Castro, lembrou que medidas de conscientização ao lojista já estão sendo feitas pelo sindicato e que o selo chancela os bons empresários. “O selo separa o bom do mau lojista”, disse.

O superintendente do Sebrae-DF, Valdir Oliveira, lembrou que o Sebrae concedeu mais de 120 mil horas de consultoria para micro e pequenos empreendedores como forma de ajudá-los neste momento. Para ele, o selo é mais uma importante ação no combate a proliferação do vírus. “Parabenizo a Fecomércio-DF pelo Selo Estabelecimento Responsável que visa a oferecer mais segurança para a nossa população. Esse vírus não escolhe idade, nem cor, nada. Precisamos nos prevenir e a Federação poderá contar conosco”, disse Valdir.

O empresário Paulo Octávio disse que a iniciativa vem em um importante momento. “Fico feliz com a participação ativa da Fecomércio entendendo esse momento único. É a primeira guerra mundial que a nossa geração participa. Sem o trabalho da Federação intermediando as ações com o governo estaríamos perdidos. Eu tenho visto que Brasília tem sito muito mais ativa e solidária, como sempre. Essa campanha do selo vem em boa hora. Dando apoio ao lojista estamos proporcionando segurança a quem mais interessa: o cliente. Ele precisa se sentir seguro com todos os protocolos de segurança. É isso que temos que passar para a população”, disse Paulo Octávio.

Fonte: Fecomércio DF


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!