EnglishJapanesePortugueseSpanish
22.07.2019

FECOMÉRCIO REÚNE O SETOR PRODUTIVO EM BUSCA DE UMA SOLUÇÃO PARA RECUPERAR O TEATRO NACIONAL

fecomercio FECOMÉRCIO REÚNE O SETOR PRODUTIVO EM BUSCA DE UMA SOLUÇÃO PARA RECUPERAR O TEATRO NACIONAL

POR DANIEL ALCÂNTARA

Convidada pelo governo do Distrito Federal, a Federação do Comércio reuniu o setor produtivo brasiliense e realizou uma visita na tarde desta segunda-feira (22) ao Teatro Nacional Cláudio Santoro. A intenção foi conhecer o atual estado de conservação do equipamento público, que está fechado há mais de cinco anos, e debater formas de reabrir o teatro. A Fecomércio-DF se propôs a unir os empreendedores e mobilizar as suas entidades e a sociedade brasiliense em busca da recuperação do monumento. O secretário de governo do DF, José Humberto Pires, e o secretário de Cultura e Economia Criativa, Adão Cândido, acompanharam as lideranças empresariais. O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, explicou que a Federação, junto com os sindicatos da sua base e de outros setores, está elaborando um projeto conjunto para viabilizar a revitalização. A ideia é que o espaço esteja pronto para uso no ano que vem, no aniversário de 60 anos de Brasília.

“Esse equipamento não é só do governo, mas sim de toda a sociedade. Nós, como setor produtivo, estamos mobilizando os empresários para tentar arrumar uma solução para ajudar a financiar essa obra”, afirmou Francisco Maia. “Um dos planos que está sendo estudado é um investimento que inclui os sindicatos e as entidades do setor produtivo. Um outro projeto é envolver o Sesc, uma entidade que se identifica com a cultura e que poderia transferir a verba, mas em contrapartida ficaria com a gestão do espaço”, explicou o presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia. As formas jurídicas de aporte dos recursos ainda estão sendo avaliadas.

Um terceiro projeto seria o de contar com o apoio da sociedade, por meio de doações, que funcionaria da seguinte forma: ao comprar em algum comércio da cidade, o cidadão teria a opção de doar uma quantia estipulada para ajudar na reforma do Teatro Nacional. “Se o governo quiser ele pode criar um código, dentro da emissora de cupom fiscal, em uma forma de doação para que esses recursos possam ser investidos na reforma do espaço”, sugeriu o presidente do Sindicato de Bares, Restaurantes e Hotéis do DF, (Sindhobar), Jael Antonio da Silva.

O secretário da Cultura, Adão Cândido, disse que a pasta está oferecendo todo o material de apoio para que as iniciativas sejam elaboradas. Segundo ele, o teatro é a principal casa de arte da cidade, que permite uma movimentação cultural e econômica na capital. “Acredito que a reforma trará uma autoestima para a cidade. O teatro fechado acaba degradando toda a área que fica perto”, ressaltou. “Quando assumimos o governo, Brasília estava em estado de abandono, com vários pontos fechados, como a torre de TV e a praça das fontes. Estamos olhando para o futuro”, completou Adão Cândido.

Também participaram da visita o diretor regional do Senac-DF, Antonio Tadeu Peron; o presidente do Sindivarejista-DF, Edson de Castro; o presidente do Secovi-DF, Ovídio Maia; o presidente da Associação Comercial (ACDF), Fernando Brites; e o presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos.

Leia mais: https://www.fecomerciodf.com.br/fecomercio-reune-o-setor-produtivo-em-busca-de-uma-solucao-para-recuperar-o-teatro-nacional/


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!