Brasília em um Único lugar.

30.05.2018

FESTIVAL MÓVEIS CONVIDA CHEGA À 19ª EDIÇÃO

Banda Tiju Foto Felipe Cunha FESTIVAL MÓVEIS CONVIDA CHEGA À 19ª EDIÇÃO

 Festival é dividido entre Convida Capacitação, ConvidaPRO e Convida Arena

 Programação musical ganha dois palcos e conta com shows dos norte-americanos The Slackers, da musa trans do kuduro angolano Titica, do grupo baiano ÀTTØØXXÁ e da banda paulista Francisco El Hombre, além de diversos nomes da cena local

 Metade da programação do festival é formada por mulheres ou grupos com artistas femininas

Uma tradição brasiliense há quase quinze anos, o Festival Móveis Convida está de volta às ruas brasilienses nos dias 9, 10 e 13 de maio. Em sua 19ª edição, o evento destaca talentos dos mais diversos gêneros musicais em uma programação que reúne artistas locais, nacionais e internacionais.

O Festival ocupa a Quadra 3 do Setor Comercial Sul a partir das 15h no domingo dia 13/05, com direito a 10 shows que serão divididos em dois palcos, e a garantia de um belo panorama da música independente atual. A 19ª edição conta com apresentação da Claro por meio da Lei de Incentivo à Cultura do DF.

Dividido em três etapas, o Festival é composto por: Convida Capacitação (4 a 8 de maio), ConvidaPRO (9 e 10 de maio), e Arena Convida, o grande show de encerramento (13 de maio). No Convida Capacitação, o evento oferece atividades de formação para profissionais do mercado cultural, com acesso gratuito e temas concernentes ao universo de produção.

Já no ConvidaPRO, produtores e agentes de música de todo o Brasil se unem ao cenário musical do DF para conferências, workshops, rodadas de negócios, pitchings e mesas redondas sobre o mercado musical independente. Finalmente, no Arena Convida, a programação musical ganha força, programando grande diversidade de estilos musicais que prometem agradar os mais distintos públicos.

The Slackers Foto Rebeladelica FESTIVAL MÓVEIS CONVIDA CHEGA À 19ª EDIÇÃO

Na programação de 2018, o festival abre espaço para seis artistas do Distrito Federal, três de outros estados do Brasil e dois internacionais. Entre os nomes internacionais figuram o grupo estadunidense The Slackers e a cantora trans angolana Titica. Com uma mistura de reggae, ska e jazz, o The Slackers apresenta um som cheio de influências roots, como o rocksteady, o blues, o dub, o rock e a soul music dos anos 1960. O grupo está na sexta turnê pelo país e apresenta hits de carreira e seu mais recente disco, homônimo à banda.

Já Titica chega à Brasília depois de apresentação de sucesso em 2017, no festival Favela Sounds. Ela está em tour pelo Brasil para apresentar seu novíssimo trabalho, Pra quê Julgar?, lançado em abril de 2018. Titica é uma das mais empoderadas vozes do continente africano quando o assunto é o movimento LGBTQI+. Mulher trans tida como a “Pabllo Vittar de Angola”, é detentora do título de rainha do kuduro e responsável por singles que são referências atemporais da música de tombamento e das pistas afro-futuristas.

O pagodão baiano e a música eletrônica estão bem representados no line-up do Móveis Convida pelo ÀTTØØXXÁ, um dos mais proeminentes grupos de Salvador. Sob a égide do Bahia Bass, movimento fundado por eles, entre outras bandas, o grupo emplacou o hit do carnaval 2018, Popa da Bunda, ao lado de Psirico.

A banda Francisco, El Hombre também se soma à programação do festival, propondo a mistura entre as culturas paulista e mexicana, em músicas que desafiam as fronteiras territoriais. Com shows contagiantes e canções que estão na boca do povo, Francisco, El Hombre tem efeito comovente no palco e costuma arrastar multidões em suas apresentações.

Outra representante nacional é a banda instrumental pernambucana Kalouv. O grupo mescla o post-rock tradicional com estéticas ultra-modernas, tais como o vaporwave, synth pop e trilhas sonoras de videogame, traços fortes de seu mais recente disco.

Os brasilienses mostram a diversidade da Capital Federal com sons que representam os mais diversos estilos em ascensão na cidade. Entre as atrações locais estão o show exclusivo preparado para o Festival entre os artistas Moara + Tiju, além da apresentação enérgica d’O Tarot, o live dub/jazz orgânico da Nuggetz, a voz e carisma de Natália Carreira e as DJs La Ursa e Lulu Praxedes (Afete-se DJ Set).

Produzido desde 2005, o evento passou a apresentar estratégias de programação que empodera as mulheres nos últimos anos. Entre as atrações desta edição, metade são artistas femininas ou grupos com mulheres na formação. O Festival Móveis Convida é apresentado pela Claro, via Lei de Incentivo da Secretaria de Cultura/Governo de Brasília, realização da Templo Produções, produção da NTCA Produções e co-produção de Iduna e Circula, e apoio da Animars.

Sobre Móveis Convida

O Festival Móveis Convida surgiu em 2005 e chega a sua 19ª edição em 2018. Iniciativa da banda Móveis Coloniais de Acaju, o projeto já recebeu mais de 120 atrações ao longo das últimas edições, entre elas bandas consagradas como Pato Fu, Los Hermanos, Marcelo Jeneci e Black Drawing Chalks. Em 2015, o festival passou a ser produzido de forma independente pelo baixista da banda Móveis Coloniais de Acaju, Fabio Pedroza. A banda encerrou as atividades em 2016 e Pedroza quis continuar o festival como uma forma de perpetuar o trabalho realizado durante os anos anteriores, que foi fundamental na promoção do cenário musical independente em Brasília, e nas conexões com artistas nacionais e internacionais e agentes do mercado da música.

Conheça as atrações

 The Slackers (EUA)

O grupo apresenta um som roots e inovador que mistura reggae e ska. As influências vêm de ritmos como o rocksteady, o blues, o dub, o rock e a soul music dos anos 1960, mas também de artistas como Rolling Stones, YardBirds e Bob Marley. Com mais de 25 anos de carreira o grupo possui uma extensa discografia com álbuns de sucesso como Better late than never (1996), Wasted Days (2001), Gambare (2011) e o mais recente, The Slackers (2017).

Titica (Angola)

Conhecida pelo nome artístico Titica, a angolana Teca Miguel Garcia é cantora, compositora e dançarina, e hoje é a principal representante do kuduro, estilo voltado às pistas de dança, nascido em seu país. Mulher trans, ela é embaixadora da ONU, sendo uma das mais proeminentes vozes no combate à homofobia no continente africano. Com hits como Reza Madame e Zongá, ela tem letras marcantes no que tange empoderamento e representatividade. Titica é força reconhecida da música angolana desde 2011, com faixas que marcam as pistas de dança mundo afora, tais como Chão, Procura o Brinco e Olha o Boneco. Em 2017, esteve no Brasil para participar do Rock in Rio e do Festival Favela Sounds, além de ter lançado o sucesso Capim Guiné, ao lado de Baiana System e Margareth Menezes. Lançou em abril de 2018 o álbum Pra quê julgar?, com canções inéditas, e encontrou no Brasil o território ideal para lançá-lo, em turnê que passa por nossas principais capitais.

ÀTTØØXXÁ (BA)

Criador do movimento Bahia Bass, Rafael Dias, à frente do ÀTTØØXXÁ, é responsável pela mistura do pagode baiano à bass music. Ao lado de Mauro Telefunksoul e o Baiana System, a banda hoje representa um dos movimentos culturais insurgentes de maior representatividade na música brasileira. A promessa é de que o Bahia Bass se torne um furor nacional nos próximos anos: prova disso é a faixa Popa da Bunda, sucesso do carnaval 2018 em Salvador. ÀTTØØXXÁ é uma das mais conhecidas bandas baianas atuais no cenário nacional e promete animar o público com sucessos de seus dois álbuns, Blvckbvng (2016) e Tá Batenu (2017).

Francisco, El Hombre (SP)

Formada pelos irmãos mexicanos Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte e os brasileiros Juliana Strassacapa, Aandrei Kozyreff e Rafael Gomes, a Francisco, El Hombre cruza todas as fronteiras. Inspirados pela estrada e pelo cotidiano, a banda apresenta letras em português e espanhol que conquistaram o país. O primeiro disco foi lançado em 2016, SOLTASBRUXA, e tem hits de sucesso como Triste, louca ou má e Tá com dólar, tá com deus.

 Kalouv (PE)

A música pernambucana está presente no som da Kalouv. O grupo é formado por Basílio Queiroz, Bruno Saraiva, Saulo Mesquita, Túlio Albuquerque e Rennar Pires e está em atividade desde 2010. Para o festival eles trazem o álbum Elã (2017), que vai além do tradicional post-rock e se aproxima do vaporwave, synth pop e trilhas de videogame. Elão sucede os discos Sky Swimmer (2011), Pluvero (2014) e o ED Planar sobre o invisível (2016).

O Tarot

Com apenas quatro anos de estrada, a banda O Tarot possui na discografia o EP Zero (2016) e prepara o novo álbum para maio. Com uma sonoridade que caminha entre as canções ciganas, baião, tango, flamenco, progressivo xamânico e baladinha pop, eles se classificam como parte do gênero “nômade” e querem ir além da música e proporcionar experiências sinestésicas ao público. Em fevereiro o grupo lançou a websérie A união faz a força para divulgar o financiamento coletivo do novo trabalho da banda.

Natália Carreira

Natália Carreira é uma artista que transita docemente entre a nova MPB e o Indie, com músicas de pegada simples, leve e romântica, a cantautora brasiliense conta suas próprias histórias de amor. Depois de ter postado na internet uma versão acústica de sua primeira composição "Geminiana" e ter alcançado mais de 360 mil visualizações no vídeo, lançou seu primeiro EP no final de 2017, entitulado Pertencer, gravado de maneira independente dentro de um quarto no centro de Brasília. No início de 2018 lançou o clipe oficial de “Geminiana”, um clipe que gira em torno da representatividade lésbica, e já conta com mais de 125 mil visualizações.

Nuggetz

Nuggetz é o trio brasiliense de Dub Core liderado pelo experiente Frango Kaos (baixo, synths e efeitos) juntamente com Caio Bahia (guitarra) e Thaise Mandalla (bateria), formado no início de 2016. Nesse projeto Frango alia seus conhecimentos de músico e técnico de som, produzindo em tempo real os clássicos efeitos de Dub porém sobre uma base orgânica, abusando das frequências sonoras e o que elas podem promover no campo das sensações.

Moara + Tiju

O Festival Móveis Convida apresenta um encontro inédito de dois proeminentes talentos da música independente do DF: a cantora Moara e a banda Tiju. Moara é dona de voz poderosa e presença marcante. Prestes a lançar seu primeiro trabalho solo, de nome Peito Aberto, traz em suas composições sentimentos sinestésicos entre afetos e resistência, contrastes marcantes em sua interpretação ao vivo. Sua voz se funde aos acordes do duo Tiju. Surgido em 2016, em Brasília, inspirado por um período de estada no bairro da Tijuca, Rio de Janeiro, a banda é formada por Vitor Barbosa (vocal e guitarra) e seu irmão Pedro Barbosa (vocal e bateria). MPB, bossa nova, folk, samba e até o funk são fundamentos para a produção musical do duo, que tem em Brasília sua casa e seus maiores referenciais.

La Ursa – DJ Set

Criada nas ladeiras de Olinda, DJ La Ursa queria ser cantora de brega, mas só se arriscar em espalhar as maravilhas dos sons alheios. É a favor do carnaval 4x por ano e de que a gente não precisa estar bêbado pra cair na bagaceira, mas sem abuso no salão. Malemolência, pilantragem, quentura dos trópicos e respeito às mina, às mana, às mona, sempre.

Lulu Praxedes (Afete-se DJ Set)

Uma das responsáveis pela experiências afetivas e sonoras da Afete-se, Lulu Praxedes é Dj e produtora musical desde 2010 já tocou em várias pistas da cidade (balaio, kinda, moranga, balada em tempos de crise, mimosa, entre outras). Seu estilo viaja do deep, garage house, disco ao pop bagaceira que todo mundo quer cantar.

Serviço

Festival Móveis Convida

Data: 13 de maio de 2018

Local: Setor Comercial Sul, Quadra 3

Horário: A partir das 15h

Atrações: La Ursa – DJ Set, Natália Carreira, Nuggetz, Kalouv (PE), The Slackers (EUA), Moara + Tiju, Francisco, El Hombre (SP), O Tarot, Attooxxa (BA), Lulu Praxedes (Afete-se DJ Set) e Titica (Angola).

Ingressos: R$ 20 (meia-entrada), antecipado. Entrada franca até às 16h30 mediante doação de 1kg de alimento não perecível – exceto sal, açúcar, farinha e fubá. Após esse horário, doadores também pagam meia.

Classificação indicativa: 16 anos

Apresentação: Claro

Realização: Templo Produções

Produção: NTCA Produções com co-produção de Iduna e Circula

Patrocínio: Claro, Lei de Incentivo LIC-DF, Secretaria de Cultura/Governo de Brasília

 Convida Capacitação

Programação a definir.

Convida PRO

Dias 9 e 10 de maio, a partir das 9h. Workshops, rodas de conversa, mesas redondas e pitchings. Mais informações em breve.

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!