EnglishJapanesePortugueseSpanish
24.10.2020

Hábito de leitura: como incentivar a prática com crianças e adolescentes

Imagem Divulgação 1024x683 Hábito de leitura: como incentivar a prática com crianças e adolescentes

De acordo com Vanessa Araújo, pedagoga do Colégio Seriös, os livros contribuem para a capacidade de argumentação, ampliação do vocabulário, aumento de concentração, pensamento crítico e também do nível cultural

 Buscando conhecer o perfil e o comportamento dos brasileiros acerca da leitura, o Instituto Pró-Livro, caracterizado como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) criou a pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”. Neste ano, a entidade divulgou, por meio da análise, que, de 2015 a 2019, o nosso país perdeu mais de 4,6 milhões de leitores. Já as pessoas que não possuem o hábito da leitura contabilizaram 48% da população, equivalente a cerca de 93 milhões de pessoas.

De acordo com Vanessa Araújo, pedagoga do Colégio Seriös, em um mundo cada vez mais tecnológico, o uso excessivo de telas – principalmente computadores e celulares – é um grande inimigo para o hábito da leitura. Para os jovens, a situação ainda é mais delicada, pois, deve-se levar em consideração que muitos já lidam com essa realidade desde a infância.

Atualmente, é sabido que o hábito de ler traz incontáveis benefícios. Os mais famosos, dentre eles, envolvem a estimulação da criatividade; a redução do estresse; o aprimoramento de conhecimentos; a evolução da escrita; e o desenvolvimento de pensamento crítico.

“Capacidade de argumentação, ampliação de vocabulário (em até 100 vezes, comparado àqueles que não têm esse acesso), aumento do tempo de concentração e do nível cultural também são outros importantes ganhos”, complementa a pedagoga.

Além disso, a profissional também pontua que é fundamental incentivar a leitura para que a prática se torne natural e constante. Por isso, no que diz respeito às crianças e adolescentes, esse processo deve ser iniciado o quanto antes. Às vezes, até mesmo no período de gestação.

“Aconselhamos que a leitura comece na vida intrauterina, pois há estudos que comprovam a importância do primeiro contato dos bebês com os fonemas. Iniciar essa prática é imprescindível para o desenvolvimento das crianças e adolescentes, visto que a função da leitura não é determinada somente pela atuação da escola, mesmo sendo esta uma grande responsável por essa prática “, explica.

Em 2015, uma pesquisa apresentada no encontro da Pediatric Academic Societies (PAS), evento anual de pediatras e outros profissionais da Saúde, mostrou que o estímulo precoce à leitura influencia na atividade cerebral do bebê e muda a forma que o cérebro processa histórias. Isso influencia diretamente nas chances da criança se tornar leitora sem grandes dificuldades.

“A melhor forma de ensinar é com exemplo. Um estudo australiano, do Murdoch Children’s Research Institute, mostrou que, quando os pais leem para o filho, o desenvolvimento da linguagem é superior e a criança se vê mais inclinada à literatura. A escola também exerce uma grande influência e, por isso, é importante oferecer programas de incentivo à leitura, como ciranda do livro, clube de leitura, programa de pequenos escritores, espaço para divulgação e dicas de leitura”, aconselha Vanessa.

Para motivar a leitura dentro de casa, a pedagoga separou cinco dicas para mudar a rotina de crianças e adolescentes para incentivar, cada vez mais, o hábito de ler. Confira:

– Leia para as crianças, sejam elas alfabetizadas ou não;

– Estabeleça uma rotina de leitura;

– Apresente histórias da vida e obras de escritores conceituados, bem como as conquistas deles;

– Peça que as crianças e/ou os adolescentes falem sobre o que leram – sem tom de cobrança, mas de curiosidade;

– Tente alcançar os amigos dessas crianças, pois, quando os pares se interessam, fica mais fácil envolver um grupo em uma proposta.

SERVIÇO:

 

Colégio Seriös

SGAS 902, BL. C, LT. 75, Asa Sul

Telefone: (61) 3049-8800

 

Sobre o Colégio Seriös – Há nove anos no mercado de Brasília, a instituição de período semi-integral faz parte de um ecossistema de aprendizagem múltipla e humanista para todas as fases escolares. A proposta pedagógica inclui atividades de Arte, Cultura e Tecnologia (ACT), mescladas às demais disciplinas, que visam a aquisição de competências e o desenvolvimento de habilidades indispensáveis para a formação integral. O objetivo é proporcionar uma visão humanista e omnilateral para a formação integral de cidadãos conscientes de suas escolhas.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA – COLÉGIO SERIÖS

Proativa Comunicação


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!