EnglishJapanesePortugueseSpanish

Impact Hub Brasília busca auxiliar na conservação do Cerrado brasileiro


Divulgacao 35 Impact Hub Brasília busca auxiliar na conservação do Cerrado brasileiro

Por meio do programa Acelera Cerrado, a rede irá fortalecer Organizações da Sociedade Civil (OSC) que atuam de forma sustentável para desenvolver o bioma

Responsável por realizar atividades gratuitas de capacitação, o programa Acelera Cerrado busca fortalecer Organizações da Sociedade Civil (OSC) que atuam na conservação do Cerrado brasileiro. A ideia do projeto é trabalhar com as capacidades de gestão desses empreendimentos para atingir resultados positivos relacionados à missão e propósito de cada um. Para isso, estão sendo apresentados conteúdos interativos e metodologias sociais em formato virtual.

A iniciativa foi criada pelo Impact Hub Brasília – com parceria do Impact Hub Curitiba – para direcionar esforços em torno do desenvolvimento sustentável do Cerrado. Além disso, o programa busca valorizar as comunidades locais e contribui para conservação da biodiversidade e da geração de renda regional.

Com apoio e financiamento do Fundo de Parceria Para Ecossistemas Críticos (CEPF), Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), Instituto Humanize, Instituto Nova Era e Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, o Acelera Cerrado iniciou em junho deste ano e possui a previsão de término para fevereiro de 2022.

“Essas organizações, que apoiam e financiam o programa, identificaram uma escassez de entidades ambientalistas da sociedade civil atuando especificamente no Cerrado. Isso é considerado um problema grave, visto que se trata do maior hotspot no Hemisfério Ocidental, cobrindo mais de dois milhões de quilômetros quadrados no Brasil, mas que tem apenas 8% se sua área legalmente protegida, um dos menores níveis de proteção entre todos os hotspots do mundo”, explica Natalia Teichmann, gestora de projetos do Impact Hub Brasília e coordenadora do Programa.

A profissional destaca que as organizações ambientalistas tendem a enfrentar desafios cotidianos, que vão desde a formatação jurídica até o enfrentamento de ausência de conhecimento social destas entidades, o que limita o seu desenvolvimento. Sabe-se também que, desde o ano passado, o mundo enfrenta uma crise econômica, social e sanitária, com a Covid-19, o que impacta negativamente essas corporações.

“Organizações que dependem de repasse de recursos de governos ou doadores sentem o golpe da escassez com muita força e, se não possuírem estruturas organizacionais consistentes e pessoal bem capacitado, têm pouca chance de se recuperar. Por esse motivo, O CEPF Cerrado apontou como uma das prioridades de investimento, o apoio às iniciativas voltadas para a capacitação dessas organizações”, explica.

Na prática, é possível adequar a atuação desses espaços às exigências técnicas e capacidades necessárias para enfrentar a enormidade de desafios a que estão sujeitas. Isso inclui apoio institucional para atuação em rede, cumprimento de suas obrigações legais e participação efetiva nos esforços de conservação, fortalecendo o papel essencial que essas entidades exercem para a conservação ambiental.

Ao todo, 83 Organizações da Sociedade Civil (OSC) se inscreveram no programa Acelera Cerrado. Após avaliação, 40 corporações foram selecionadas para participarem da iniciativa. Natalia, informa que o intuito desta mobilização é impulsionar mudanças.

“Gestão de projetos, meio ambiente, conservação, finanças, mobilização de recursos, legislação, empreendedorismo, inovação e impacto socioambiental são alguns dos temas que estão sendo abordados na jornada que é on-line e ao vivo, com conteúdos interativos disponibilizados em uma plataforma exclusiva para os participantes”, diz.

Natalia ainda complementa que a expectativa da rede é fortalecer as capacidades institucionais das organizações participantes para garantir a sobrevivência e eficácia na promoção de resultados de conservação do Cerrado. “Uma sociedade civil forte e organizada contribui para que os resultados de proteção e valorização do bioma sejam contínuos e relevantes”, reforça.

Sobre o Impact Hub Brasília – O Impact Hub Brasília faz parte de uma rede global de espaços colaborativos, comunidades empreendedoras e programas que inspiram, conectam e escalam negócios de impacto. Conecta pessoas, marcas e empresas a causas de impacto que ajudam a transformar o Brasil e o mundo através de metodologias de inovação e desenvolvimento de negócios. Os espaços inovadores dos Impact Hubs dão suporte aos programas, ao ecossistema de impacto e geram conexões entre as pessoas, iniciativas e projetos.

Fonte: Proativa Comunicação

Foto: Divulgação

Nossos Planos

Por: visitebrasilia
Data: 14/07/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!