EnglishJapanesePortugueseSpanish

LBV estrutura dois novos departamentos para melhorar seus serviços em prol das populações mais vulneráveis


cidadania8 LBV estrutura dois novos departamentos para melhorar seus serviços em prol das populações mais vulneráveis

No Brasil, a exemplo de outras nações, o enfrentamento do novo coronavírus tem unido a sociedade civil em diversas áreas, especialmente o Terceiro Setor, que, graças ao apoio da população e de empresas, vem minimizando o sofrimento de milhões de brasileiros. A Legião da Boa Vontade (LBV) é uma dessas organizações que, por meio do trabalho em rede, atua no combate à fome e à pobreza extrema no Brasil, entregando em todos esses meses de crise sanitária mais de 3 milhões de quilos de doações, em forma de cestas verdes e de alimentos não perecíveis, além de kits de limpeza e de higiene.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, a Superintendência Social da Instituição também criou protocolos para que fosse possível orientar e oferecer apoio emocional aos atendidos pela LBV, bem como promover atividades não presenciais durante esse período, por meio de ligações telefônicas e do envio de vídeos (por WhatsApp) e de material impresso.

Tecnologia e trabalho em rede ampliam atividades da LBV

A Legião da Boa Vontade estruturou dois novos departamentos: o de Direitos Humanos e Sociais e o de Educação Permanente. “Eles permitem à LBV chegar a mais comunidades nas diversas regiões do Brasil, principalmente ao Norte e ao Nordeste, onde há maior índice de vulnerabilidade social, aumentando a capilaridade da Instituição”, destaca Antonio Paulo Espeleta, superintendente social da LBV, ao anunciar que a Entidade cobrirá um número maior de localidades do que já abrangia com suas 82 unidades espalhadas pelo território nacional.

Segundo ele, isso só é possível pela transformação que houve durante a pandemia, quando os acessos aos conteúdos on-line cresceram exponencialmente: “As atividades previstas como a disponibilização de cursos à distância diversos, por exemplo, não dependem de estrutura física própria da Instituição para ocorrerem. A LBV pode fazer o acompanhamento, tanto das ações humanitárias quanto dos cursos on-line, utilizando como base unidades próximas ou por intermédio de parcerias que serão ampliadas e fortalecidas”. Mais do que enfrentar os impactos da pandemia, a iniciativa integra a estratégia da Instituição, que possui status consultivo na Organização das Nações Unidas (ONU), para que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável possam se tornar realidade.

“É uma forma de deixarmos ainda mais completa a ampla e diversificada ação da Legião da Boa Vontade de combate à pobreza, à insegurança alimentar e às desigualdades sociais. Atualmente, a preponderância da nossa atuação é voltada para as situações preventivas, nós trabalhamos na maior parte dos locais com serviços de convivência e de fortalecimento de vínculos. Com essa nova diretriz, vamos abarcar todas as questões sociais vivenciadas pela população brasileira, no sentido de fazer tanto o trabalho preventivo como o pós-violação, com o dano causado e identificado”, explica a assistente social Rachel Lopes Silva, gestora de Direitos Humanos e Sociais da LBV.

A área educativa é outra vertente dessa tomada de decisão, pois não há como garantir direitos sem conhecê-los. Por isso, a Instituição vê como prioridade trazer aos vários públicos com os quais dialoga diariamente (trabalhadores da área social, usuários dos serviços, acadêmicos, estudantes de áreas humanas, profissionais autônomos atuantes na Assistência Social, voluntários e líderes de organizações sem fins lucrativos) esse conteúdo, de maneira a atualizar esses atores sociais com o que há de mais moderno e promissor na área, dentro da diretriz de aprendizado continuado. A pedagoga Regina do Nascimento, gestora do Departamento de Educação Permanente, conta que o cuidado para evitar o contágio da Covid-19 foi determinante para a escolha da ferramenta digital. “No dia 25 de novembro de 2020, foi publicado o primeiro curso introdutório de Política Nacional de Assistência Social na plataforma da Escola Aberta do Terceiro Setor (Eats), já com mais de 400 inscritos nos primeiros 15 dias e uma sala virtual específica para o público do serviço Rede Sociedade Solidária, da LBV, no Rio de Janeiro/RJ. Os mesmos participantes que começaram as aulas presenciais nessa unidade puderam dar continuidade no formato on-line por meio da Eats.” Esse é apenas o primeiro de uma série de cursos que serão oferecidos pela Instituição. Acesse: ead.escolaaberta3setor.org.br.

Acompanhe todas as ações realizadas pela Legião da Boa Vontade acessando www.lbv.org ou o endereço @LBVBrasil no Instagram, no Facebook ou no YouTube.

Fonte: ASCOM – Legião da Boa Vontade

Foto: Divulgação

Zoológico

Por: visitebrasilia
Data: 14/03/2021


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!