EnglishJapanesePortugueseSpanish
31.01.2021

Muito amor e humor a cada página

Divulgacao ArissonTavares 2021 Muito amor e humor a cada página

Terceiro livro do escritor Arisson Tavares satiriza e faz refletir sobre um dos sentimentos mais enigmáticos de todos os tempos

Será que sabemos a imensidão contida em um simples “eu te amo”? Este foi um dos questionamentos que deram origem ao livro “O lado do amor que as novelas não mostram”, do escritor, jornalista e cartunista Arisson Tavares, que chega às livrarias do Brasil, de Portugal e de Angola pela editora Chiado Books.

O romance, que teve pré-lançamento durante a programação do Fórum Social Mundial (FSM2021), é uma provocação bem humorada do autor brasiliense e compara a vida real com a ficção. Trata-se de uma mensagem de amor em meio a tantas adversidades enfrentadas pelo planeta. “Nós vemos filmes, novelas ou obras literárias e trazemos isso para nossa realidade sem mergulhar na vastidão que existe por trás desse sentimento. O amor é mais do que um laço de afeto ou uma atração por alguém. Mexe com toda a nossa estrutura e é uma porta para um mundo melhor e solidário”, destaca o autor.

Em uma sátira leve e divertida, Arisson apresenta a história do Itamar, um personagem que experimenta o amor pela primeira vez e relata em 122 páginas essa cômica experiência. “Após viver a infância isolado do mundo, ele faz um alerta para a sociedade sobre o risco que existe por trás do que as propagandas de margarina não mostram. É claro que não poderia faltar o tradicional triângulo amoroso”, explica o artista.

O livro já está disponível para pré-venda na Livraria Cultura, Martins Fontes Paulista e Livraria Travessa e Amazon. Além disso, será realizado um evento nas redes sociais no dia 14 de fevereiro, Dia de São Valentim (Valentine’s Day), conhecido no mundo todo como o dia mais romântico do planeta. “Se tem uma coisa que aprendi com a pandemia é que o mundo precisa de muito amor, humor e literatura. Este livro tem estes três ingredientes na medida”, conclui.

Confira a sinopse da obra:

Se a vida do Itamar fosse um romance, certamente o antagonista seria um moleque fanfarrão com asas. Afinal, mesmo com mais de cem milhões de brasileiras para escolher, o cupido decidiu economizar uma flecha e brincar de roteirista de novela, criando um tradicional triângulo amoroso.

Seria bem mais fácil encarar Kryptonita, lutar com o Chuck Norris ou destruir o império do Darth Vaider sem um sabre de luz. Mesmo sem superpoderes ou cinto de utilidades do Batman, ele enfrentará um dos sentimentos mais misteriosos e assustadores de todos os tempos: o amor.

Veja um trecho do livro:

Sempre tive uma visão distorcida do amor. Lembro-me de ouvir dos doces lábios de uma grande mulher que o verdadeiro amor nunca morre. Eu sorria e respondia: “Também te amo, mãe”.

Era extremamente comum falar de amor na minha casa. Tratava-se de um diálogo natural e sem controvérsias. Meu pai, apesar de estar sempre trabalhando, conversava sobre esse sentimento que um dia Shakespeare tentou descrever. Ele dizia: “O amor é paciente”. Eu respondia: “De hospital público ou particular?”. Isso influencia muito no conceito da palavra “paciente”.

Mais informações sobre o autor: arissontavares.wixsite.com/site

Fonte: Lapidário de Ideias


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!