EnglishJapanesePortugueseSpanish
20.08.2020

Saúde e segurança no trabalho se mostram ainda mais necessárias durante pandemia

Cuidado com a saúde mental e física do colaborador é essencial para o funcionamento da empresa

saude 1024x514 Saúde e segurança no trabalho se mostram ainda mais necessárias durante pandemia

(Crédito: Divulgação)

Por Rodolfo Milone

 

A pandemia causada pelo novo coronavírus impactou diversos aspectos da sociedade, exigindo que sistemas educacionais e de trabalho precisem se reinventar para continuar funcionando em alguma medida. Apesar do impacto negativo e das dificuldades, esse momento trouxe reflexões para empresas e instituições acerca da segurança de seus funcionários.

As empresas e fábricas foram um setor muito atingido por conta da pandemia, já que o cenário súbito e preocupante exigiu uma resposta rápida para garantir a segurança dos colaboradores. Por um lado, muitas pessoas precisaram se adaptar à modalidade de home office, nem sempre tendo a infraestrutura adequada – como cadeira, mesa e acesso à internet – para realizar seu trabalho sem imprevistos. Por outro lado, aqueles que exercem atividades essenciais precisam continuar saindo de casa, agora com uma lista de restrições e recomendações do que é necessário para garantir a saúde, mas gerando um aumento do estresse no dia a dia.

De qualquer forma, a situação causa um agravamento dos problemas físicos e mentais, o que gera queda de produtividade, desânimo e estresse. Nos casos de pessoas com crianças em casa, a situação fica ainda mais complexa, já que a jornada se estende em diferentes funções, o que rapidamente leva à sobrecarga de tarefas. É dever dos líderes e chefes levar em consideração o contexto atual, assim como dar as ferramentas e os materiais necessários para que o trabalho seja feito da maneira mais segura e tranquila para os funcionários.

Risco diário

Para quem trabalha em fábricas e empresas de montagem, a rotina de trabalho já apresenta riscos em um contexto de não pandemia. Segundo a plataforma SmartLab, iniciativa conjunta do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o país já teve mais de 5,4 milhões de notificações de acidentes de trabalhadores com carteira assinada desde 2012. Cortes, laceração, ferida contusa e punctura são 21% das lesões mais frequentes, e as mãos são a parte do corpo mais atingida, com 24% das ocorrências.

Por conta disso, fica claro a importância de contratar um profissional especializado em engenharia de segurança do trabalho, que garante e analisa o funcionamento de projetos, dando recomendações e fazendo as alterações necessárias para minimizar os riscos de acidentes e doença ocupacional, que podem ficar ainda mais comuns em momentos de grande estresse.

Além de apoio em relação à segurança durante o exercício do trabalho, as empresas devem dar suporte emocional e psicológico para os trabalhadores. Isso inclui um setor de RH de confiança e apoio psicológico com profissionais formados na área, disponíveis para atender os colaboradores que necessitarem desse tipo de ajuda. Não somente a segurança física é importante, a segurança mental também deve ser levada em consideração.

Fonte: Conversion

Foto: Divulgação

 

Cidade
Data
Adultos
Crianças
Bebês

Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!