EnglishJapanesePortugueseSpanish
20.01.2021

W3 e 308 Sul ganham novas placas de sinalização

W3 e 308 Sul ganham novas placas de sinalização DER começou a recuperação de placas na avenida. Enquanto isso, Setur projeta um tipo de sinalização voltada ao turismo para a 308 Sul. As duas frentes fazem parte do plano de revitalização da localidade Transformar a W3 Sul num distrito turístico. Esse é o plano da Secretaria de Turismo (Setur) com outras secretarias e órgãos do Governo do Distrito Federal. Parte dele começou a ser executada com o trabalho de recuperação e substituição de placas feitas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Quem passa pela avenida já percebe a melhoria. Jéssica Roberta Custódio de Sousa, 37 anos, se impressionou com o serviço. “Essas placas precisavam mesmo de conserto. Ando aqui há muito tempo e nunca tinha visto eles reformarem a sinalização. Estava feio demais. Isso aqui é o coração de Brasília”, ponderou a moradora de Sobradinho.

Além de ser uma das principais avenidas de capital federal, a W3 Sul serve de acesso para pontos turísticos da cidade. Um dos quais fica ali perto da 508 Sul: a quadra-modelo 308 Sul.

A 308 Sul é parada obrigatória não só para o turista que visita a cidade, mas também para o próprio brasiliense. Entre os blocos residenciais de concreto, há atrativos por toda parte. Projeto urbanístico de Lúcio Costa, três jardins do gênio do paisagismo Roberto Burle Marx, azulejos de Athos Bulcão fixados na fachada dos prédios, a Igrejinha e a Escola Parque de Oscar Niemeyer.

Patrimônios que muitas vezes passam despercebidos aos olhos de quem não é familiarizado com a quadra-modelo. Visando também a integração dessa localidade vizinha à W3 Sul, a Secretaria de Turismo (Setur-DF) prepara um tipo de sinalização que irá orientar e informar as pessoas que transitarem pela redondeza quanto ao valor simbólico e o significado dessa quadra para o brasiliense e para o país. São as chamadas placas de sinalização turística. “Passo aqui todos os dias para esperar meu ônibus e não sabia dessa quadra-modelo”, disse Jessica Roberta Custódio de Sousa.

As sinalizações vão estar por toda parte. Haverá placas de boas-vindas. Outras vão indicar que a pessoa está no serpentário, nas praças dos Cogumelos ou Espelho D´água, na Igrejinha ou na Escola Parque 308, esta inaugurada em 1959 pelo presidente Juscelino Kubitschek.

É importante ressaltar que a sinalização turística e os totens com mapa das quadras residenciais obedecerão ao modelo criado pelo designer Danilo Barbosa. Haverá um outro tipo de sinalização com placas de direcionamento informando os pontos turísticos internos. Com isso, a Setur espera que a 308 Sul seja ainda mais vista, admirada e visitada do que já é. A intenção é que esse novo modelo de sinalização desperte em cada brasiliense, brasileiro ou turista os diversos sentimentos de apropriação e pertencimento desse pedaço da história da nossa capital.

%name W3 e 308 Sul ganham novas placas de sinalização

Um dos principais acessos à quadra-modelo é a 508/509 Sul, que ficam na W3 Sul. Desde quando começou sua gestão à frente da Setur-DF, a secretária Vanessa Mendonça vislumbrou à revitalização da W3 Sul, justamente por identificar o potencial turístico que a localidade possui e que nunca foi explorado.

Em 2020, a secretária fez visitas técnicas à W3 Sul e viu de perto seus principais problemas e que tipo de solução seria aplicada. A Secretária Executiva de Acompanhamento e Monitoramento de Políticas Públicas da Secretaria de Governo, Meire Mota, participou.

Foi visitada a comunidade criativa local, o comércio, a Praça das Avós, a Praça 21 de Abril, a Biblioteca Demonstrativa de Brasília, o Espaço Cultural Renato Russo e a Igreja Nossa Senhora de Fátima, projetada por Oscar Niemeyer em 1958 e tombada, em 2007, como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

A secretária apresentou um projeto inspirado em exemplos bem-sucedidos de destinos turísticos que ressignificaram sua cidade pelo turismo e espaços esquecidos e relegados ao abandono: Como Lisboa e Wynwood (Miami).

A semelhança da W3 com o distrito de Wynwood, em Miami (EUA), é enorme. Até a década de 90, Wynwwod era um bairro operário. Pinturas em grafite nas paredes dos prédios e no chão, além de abertura de restaurantes, galerias de arte e outras ações, a região foi ressignificada e se transformou num pólo de turismo criativo e recebe hoje pessoas do mundo inteiro.

Seguindo essa tendência, a Setur criou uma rota criativa capaz de revitalizar os patrimônios locais, fomentar e fortalecer a cultura local e ainda promover o bem-estar da população. Ele vai compreender um trecho de 3km entra as quadras 504 e 508 Sul até o Cine Brasília (106/107 Sul).

“O turismo tem essa capacidade de valorizar a arquitetura, trazer luz para a reforma e o restauro dos patrimônios culturais e ao mesmo tempo valorizar a consciência histórica, a memória e identidade de um povo por meio de seus espaços. Por isso, sempre que criamos uma rota, pensamos também na jornada vivenciada, tanto pela população local, como pelo turista, para promover ao máximo a experiência desse visitante. Ele tem que conhecer a história que está sendo contada por meio dos espaços e sair encantado”, destacou a secretária Vanessa.

O fato é que quem mora ou passa por aquela região vai se perceber numa área turística. Esse é o tipo de sensação que desperta em dona Teodora Anita de Melo, 60 anos, diariamente, mesmo depois de 30 anos morando na SQS 308. Residente no Bloco E, ela não cansa de contemplar os pontos turísticos da localidade: “É um orgulho morar aqui”, resume a aposentada.

Fonte: Setur/DF


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!