Prazo para envio do documento à Receita Federal encerra em 31 de maio

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda 2022 terminará no dia 31 de maio. A prorrogação foi feita com a intenção de diminuir os efeitos decorrentes da pandemia, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados. Este ano, cerca de 34 milhões de contribuintes deverão acertar as contas com o fisco. Quem estiver obrigado e não apresentar ou entregar a declaração fora do prazo vai pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo é o equivalente a 20% sobre o IR devido.

O professor Erlano Marques Ribeiro, coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis do Centro Universitário IESB, explica que estão obrigados a apresentar a DIRF 2022 quem recebeu rendimentos tributáveis superior a R$ 28.559,70; quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Para não cair na malha fina, o especialista destaca algumas dicas úteis. Entre elas, evitar erros de digitação; omissão de rendimentos, como aluguel, rescisão de contrato ou pensão alimentícia; incoerência entre a evolução patrimonial e a informação dos rendimentos obtidos; confusão na hora de declarar a Previdência Privada e gastos não dedutíveis declarados. "Cabe ressaltar que, se identificar algum erro depois de enviada a declaração, o contribuinte pode e deve se antecipar, e enviar a declaração retificadora. É outra forma de evitar cair na malha fina", orienta Erlano.

Entre as novidades deste ano, será possível receber a restituição do imposto de renda por PIX, desde que a chave PIX seja o CPF do titular da declaração. "Importante destacar que não será possível informar chave PIX diferente do CPF. Ou seja, e-mails, telefones ou chaves aleatórias não podem ser utilizados para o recebimento de restituição do imposto de renda e que a data e ordem do crédito seguirão as priorizações instituídas em lei", completa o coordenador.

Auxílio gratuito

Quem precisar de apoio na hora de fazer a declaração, os estudantes do Centro Universitário IESB oferecem atendimentos gratuitos à comunidade. A iniciativa, em parceria com a Receita Federal, é realizada pelos alunos dos cursos de Ciências Contábeis e Administração do IESB, com supervisão dos professores, e faz parte do projeto do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF/IESB) da instituição.

Os atendimentos são realizados de duas formas: presencial, no IESB Campus Liliane Barbosa, em Ceilândia (QNN 31 – Áreas Especiais B/C/D/E Ceilândia Norte) ou ainda no formato on-line, pelo Google Meets, sempre de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h. Para ter acesso aos serviços, os interessados devem fazer agendamento prévio, preenchendo o formulário que está no link: https://forms.gle/H4rbVZBvQjwC2YWj7

Mais informações no Núcleo de Responsabilidade Social IESB pelo WhatsApp: 61 99293-7507 ou e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fonte: Paulo Almeida