EnglishJapanesePortugueseSpanish

ROGÉRIO REIS

A iniciação no mundo da arte de Rogério Reis foi através do grafite em Brasília quando ainda era adolescente nos anos 80. A cidade era muito diferente do que é hoje, quase inabitada e de pura utopia. Estes traços do grafite são ainda hoje a base da linguagem gráfica das Morfoses.

O artista foi para o Rio de Janeiro e se graduou em Desenho industrial na Escola de Belas Artes da UFRJ. Estudou também no Parque Lage com referências da arte contemporânea como Fernando Cocchiarale, Senise, Nelson Leirner e Charles Watson.

Nesta época conheceu Roberto Freire (psicanalista e escritor de Ame e dê vexame, sem tesão não há solução, Utopia e Paixão, entre outros) e mergulhou em uma vivência anarquista por muitos anos.

Rogério Reis Desenvolve um trabalho de escultura contemporânea intitulado Morfoses, manifesto-conceito que aborda questões sobre transformação e utopia. O autor aborda a natureza do indivíduo como travessia, espírito e revolução.

Artista com identificação em Brasília, suas formas são influenciadas pelas curvas de Niemeyer. No Brasil, a linguagem que mais se aproxima de seus traços é de Tomie Ohtake e no exterior de Anish Kapoor.

Os trabalhos em Design arte são um desdobramento da linguagem das morfoses. As peças são um amálgama entre escultura e mobiliário, muitas delas de tiragem única ou em série limitada. Fazem parte do trabalho as mesas temáticas de São Jorge, Iemanjá e Ouro preto, temas ícones da cultura brasileira.

Em 2019 o artista inaugurou a escultura permanente “Navio Negreiro Adentrando na Terra-com-Males” na entrada do plenário do STJ. A obra foi produzida em 2013, logo após o mensalão e a invasão do Congresso Nacional pelo povo e é um registro histórico sobre a transformação que o país esta passando onde o judiciário tem sido protagonista.

As Morfoses fazem parte da trilogia do autor onde constam ainda outros projetos com o tema da civilização brasileira como fio condutor: “Futebol paixão, o delírio de uma Nação” e O.M.I.B. – Origens mitológicas do Inconsciente Brasileiro. Este último, um estudo do âmago das raças que formaram o Brasil. Cada qual com abordagem distinta: mito, antropologia cultural e utopia.”

icon fc 50x50 ROGÉRIO REIS icon ig 50X50 ROGÉRIO REIS

 

 

foto rogerio reis web 150x150 ROGÉRIO REIS IMG 6753 150x150 ROGÉRIO REIS IMG 6792 150x150 ROGÉRIO REIS mesa amarela 150x150 ROGÉRIO REIS mesa denise close baixa 150x150 ROGÉRIO REIS mesa foice 150x150 ROGÉRIO REIS Rogerio Reis 1 150x150 ROGÉRIO REIS


Fechar

Enviar email

Que tal ter acesso rápido e fácil ao seu roteiro de onde estiver?
Envie por e-mail, compartilhe com amigos, e divirta-se em BSB!!!

Fechar

Criar novo roteiro

Fechar

Editar Roteiro

Fechar

Esqueci minha senha

Fechar

Aviso

Solicitação enviada com sucesso!